“Ronaldos” e as semelhanças entre Brasil e Portugal no âmbito do futebol

Quando o Brasil foi declarado independente de Portugal já era sabido que, por ter sido uma colônia portuguesa, muitos costumes semelhantes em termos de cultura seriam guardados entre ambos os países. O que não se esperava, no entanto, era que essas similaridades seriam tão grandes quanto são, quase 200 anos depois do famoso grito do Ipiranga. Esses laços culturais e semelhanças se estendem a diversos âmbitos da sociedade, incluindo o de esportes, como ilustra a coincidência inusitada de talento e nome entre dois dos craques do futebol brasileiro e um do futebol português.

Quem não se recorda de Ronaldo Fenômeno, como ficou conhecido Ronaldo Nazário, não conhece tanto de futebol quanto pensava. Ronaldo foi considerado um dos atacantes mais completos e eficientes que já passaram pela modalidade. Carioca, ele iniciou sua carreira por Valqueire e Social Ramos, clubes suburbanos do Rio de Janeiro, mas chamou a atenção de outros clubes em pouco tempo, até que acabou se desenvolvendo e alcançou, finalmente, a projeção global. A história de Ronaldo no futebol começou com muitos altos, mas também passou por desfalques traumáticos, como a lesão no joelho em 1998. O jogador, no entanto, demonstrou força e fé ao superar os percalços de sua carreira, tendo, inclusive, sido eleito mais de uma vez o melhor jogador do mundo pela FIFA.

Seu xará brasileiro, Ronaldinho Gaúcho, sempre foi muito carismático. Ronaldinho conquistou não só o carinho do público, mas também títulos individuais e coletivos em mais de 20 anos de carreira. Em questão de números, Ronaldinho chegou a disputar cerca de 835 jogos oficiais, marcando 315 gols pelos oito clubes por que passou além da Seleção Brasileira e conquistando 15 títulos.

Já o português Cristiano Ronaldo, consagrado como o maior artilheiro da história da Liga dos Campeões e detentor de vários recordes, continua na ativa, ao contrário dos Ronaldos brasileiros. CR7, como é conhecido, foi eleito o melhor do mundo pela FIFA por cinco vezes e é o orgulhoso autor de mais de 680 gols. Um furacão por onde passa, o jogador tem o mundo em suas mãos e costuma causar furor. Jogando pelo Juventus desde 2018, ainda é cedo pra dizer quais são as bases que CR7 vem construindo no clube, mas se forem como as construídas durante seu trajeto no Real Madrid, é bom preparar o coração para fortes emoções!

Os três Ronaldos mais amados do futebol são únicos. Apesar das comparações, os atletas são estrelas que fizeram campanhas fabulosas e apimentaram disputas no futebol, motivando, inclusive, palpites fora de campo. Infelizmente, não é mais possível contar com a presença dos Ronaldos brasileiros em campo, mas CR7 está mais do que presente para fazer a alegria dos entusiastas do futebol, que podem acompanhar as partidas e fazer seus palpites, seja entre amigos ou em um site de apostas esportivas online. Fato é que, se algum dos Ronaldos está ou esteve em campo, as expectativas de gols sobem automaticamente.

É engraçado como um nome tão incomum trouxe Brasil e Portugal a um espectro de proximidade tão forte em um período de tempo quase encavalado. Os três Ronaldos são a personificação do compartilhamento cultural de amor pelo futebol, além dos outros elementos de semelhança incontestável cujas razões estão na história da colonização do Brasil por Portugal. Em ambos os países, futebol é coisa séria e muito valorizada como tesouro nacional, sendo as celebridades do gramado tratadas de forma heroica. Com carreiras muito bem construídas, os Ronaldos brasileiros abrem precedentes de uma expectativa surreal frente ao português CR7, mas este, por sua vez, cumpre com cada premissa que lhe é atribuída de forma quase artística. Vida longa aos reis do futebol!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend