Portugal perde para França e está fora das semi-finais da Liga das Nações

Cristiano Ronaldo reage no final da partida contra a França no Estáfio da Luz, Lisbon. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Mundo Lusíada
Com Lusa

A seleção portuguesa de futebol ficou neste sábado fora das semi-finais da Liga das Nações, ao perder por 1-0 com a França, em encontro da quinta jornada do Grupo 3 da Liga A, no Estádio da Luz, em Lisboa.

Um gol de N’Golo Kanté, aos 53 minutos, selou o triunfo dos gauleses, que passaram a somar 13 pontos, contra 10 de Portugal, com vantagem no confronto direto, face ao 0-0 em Saint-Denis, pelo que garantiram um lugar na final ‘four’.

Na última ronda, marcada para terça-feira, em dois embates para ‘cumprir’ calendário, Portugal desloca-se à Croácia, enquanto a França recebe a Suécia, que hoje bateu em casa os croatas por 2-1.

A responsabilidade

Para a imprensa, o técnico Fernando Santos disse que a responsabilidade da derrota é sua.

“A responsabilidade é minha, não há que sacar responsabilidades à equipa. Tivemos muita dificuldade. Na primeira parte, França superiorizou-se, teve muito mais bola, nós não conseguimos ter bola e jogar. França foi-nos empurrando para trás, nós muito tímidos, sem capacidade de progredir no campo e procurar soluções. O jogo foi, praticamente, todo mais de França porque não tivemos capacidade de recuperação da bola e de circulação”.

Segundo ele, isso foi falado no intervalo aos jogadores, e defendeu que Portugal entrou melhor na segunda parte, até sofrer um gol.

O gol acabou com o jogo. Portugal geriu muito bem com bola, como tinha feito antes. Começamos a empurrar o adversário para trás, que era a intenção inicial. A partir daí, soltamo-nos e começamos a fazer o que era habitual, a chegar à baliza, e a criar três ou quatro oportunidades.”

Fases finais

Portugal perdeu o estatuto de única seleção europeia de futebol ‘onipresente’ em todas as fases finais desde 2000, ao ‘cair’ perante a França e ser afastado da ‘final four’ da segunda edição da Liga das Nações.

Após cinco rondas do Grupo 3 da Liga A, a formação comandada por Fernando Santos ficou a três pontos da França, que já não pode alcançar na sexta e última ronda, pois tem desvantagem no confronto direto, depois do 0-0 em Saint-Denis.

Desta forma, Portugal não estará em outubro de 2021, e ao contrário dos gauleses, na ‘final four’ da segunda edição da Liga das Nações, sendo esta a primeira fase final que perde desde o Mundial de 1998, que a França ganhou em casa.

Depois de raramente ‘aparecer’ nas grandes decisões até 2000, sendo exceções os Mundiais de 1966 e 1986 e os Europeus de 1984 e 1996, Portugal já ia em 12 presenças consecutivas, incluindo o Euro2020, adiado para 2021.

Juntando os Mundiais de 2002, 2006, 2010, 2014 e 2018 e os Europeus de 2000, 2004 – para o qual se qualificou como anfitrião -, 2008, 2012, 2016 e 2020 à Liga das Nações de 2019, Portugal era caso único no ‘velho continente’.

Como a seleção das ‘quinas’, Alemanha, Espanha e França também estiveram em todos os Europeus e Mundiais, mas nenhuma das três logrou o apuramento para a fase final da Liga das Nações de 2019, que decorreu em solo luso.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: