Lusa dança o vira na terra do Leão e mantém invencibilidade de sete rodadas

O capitão Marco Antonio abriu o placar para a Lusa em Recife. Foto: Fernanda SO/Lusa

Portuguesa vence o Sport em Recife e dispara na liderança com 36 pontos.

 

A Portuguesa volta a ganhar muita vantagem na liderança da Série B do Brasileirão chegando a 36 pontos. Ganhando em casa e fora, a Lusa vem atropelando os adversários com um futebol alegre e envolvente, quando a pressão aperta o time do técnico Jorginho também mostra que sabe jogar retrancado e na base do contra-golpe.

A última façanha aconteceu hoje em plena Ilha do Retiro, sob muitas vaias e muito barulho da torcida local, quando a Lusa bateu o Sport por 3×2 num jogo que teve muita pressão e serviu bem como um duro teste para o líder do campeonato.

Outra nota positiva do jogo foi o recorde de público no ano até o momento: 22.043 pessoas assistiram a partida na Ilha. Porém a Lusa iniciou o jogo com muita cautela para surpreender o Sport, e assim, tentar manter não apenas a liderança mas o melhor ataque do campeonato agora com 38 gols.

Já o Sport, jogando em casa, tinha obrigação de procurar mais o resultado, e fez o que pôde, tomou conta do jogo, pressionou, mas não teve tranquilidade nas finalizações, e por isso lamentou o festival de gols perdidos.

A Lusa, que estava disposta a surpreender, jogou no contra-ataque e saiu na frente com Marco Antônio cobrando falta aos 12 minutos da segunda etapa. A bola entrou no ângulo direito do goleiro Magrão e o gol silenciou o estádio. O segundo golpe luso foi desferido aos 24 quando Edno avançou rápido, ligou o contra-ataque e, depois da defesa de Magrão, Ananias finalizou e calou a torcida pela segunda vez.

Willians diminuiu para o Sport aos 27 minutos e deu um ânimo novo ao time que fez renascer o clima de guerra que estava claro desde a entrada das equipes. Porém, jogando muita aplicação, a Lusa conseguiu um contra-ataque fatal com Ananias que foi parado só dentro da área, com falta, pênalti para o time paulista cobrado pelo craque Edno, ignorando o barulho ensurdecedor da torcida.

O terceiro gol da Lusa foi um balde de água fria para o Sport que ainda achou seu segundo gol já aos 46 do segundo tempo com Maylson depois de rebote do goleiro Weverton. Sem tempo para mais nada, o jogo terminou com Lusa mais líder do que nunca disparando na frente com 36 pontos. Mesmo com a vitória da Ponte em Campinas (3×0 pra cima do Criciúma) somando 32 pontos, a vantagem lusitana é evidente e passa a ser uma grande aposta para a volta à elite. O próximo compromisso da Lusa será o Vila Nova, na próxima terça feira 19h30m, no Canindé.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend