Goleada histórica desacredita ainda mais na classificação da Seleção de Queiróz para o mundial

Por Emidio Tavares Para o Mundo Lusíada Online

EFE/Marcelo Sayão/Lusa Portugal

>> O jogador da Seleção Brasileira, Luís Fabiano, disputa posse de bola com o português Paulo Ferreira durante o amistoso disputado no Estádio Bezerrão em Brasília, em 19 de Novembro de 2008.

 

Mesmo saindo à frente no marcador aos 5 minutos, quando Deco cobrou escanteio, com desvio de Bruno Alves para o gol e conclusão de letra de Danny , a seleção portuguesa orientada por Carlos Queiroz mostrou mais uma vez uma zaga batendo cabeça, com Pepe perdido ao dar o primeiro combate e sem entrosamento com Bruno Alves; o que facilitou por demais as jogadas individuais dos mais habilidosos jogadores brasileiros, que facilmente envolviam o miolo da defesa lusa , em especial Pepe , que ingenuamente entrava de forma afoita nos atacantes brasileiros , sendo facilmente driblado. Foi dessa forma que aconteceram os dois primeiros gols brasileiros , em jogadas construídas por Robinho no primeiro e Kaka no segundo, e finalizadas por Luis Fabiano.

Na etapa final , Carlos Queiroz fez uma serie de modificações no selecionado (assim como também as fez o técnico brasileiro, mas sem resultado pratico; tanto que com 13 minutos o Brasil já vencia por 4×2. Maicon aos 10, num chute cruzado em que Quim saiu pensando no cruzamento e o defesa bateu nas costas do goleiro encarnado; e Luis Fabiano 3 minutos mais tarde , envolvendo outra vez de forma bisonha a defesa portuguesa.

Aos 17 minutos, Deco lançou Simão pelo lado esquerdo, e numa desatenção da defesa canarinha, o craque luso fez belo gol num chute cruzado; mas mal Portugal esboçava uma reação e o Brasil novamente marcava , num lance parecido ao gol de Maicon, Elano aos 20 minutos chutou uma bola com bastante efeito onde Quim novamente aceitou.

No ultimo minuto, numa bola cruzado do lado esquerdo do ataque brasileiro, Adriano se adiantou a Bruno Alves e fechou o placar de cabeça , decretando uma goleada histórica da seleção brasileira para cima de Portugal: 6×2.

Cristiano Ronaldo , o grande astro esperado pela torcida, teve atuação apagada, principalmente por causa de entrada violenta em seu tornozelo, antes dos 15 minutos de jogo, numa disputa de bola com Elano.

Desta partida amistosa contra o Brasil tirou-se mais uma vez a conclusão de que a seleção de Carlos Queirós já não apresenta o mesmo espírito de equipe e de entrosamento que tinha na época em que era dirigida por Scolari ; fatores estes que foram fundamentais para o sucesso obtido pela seleção quando era comandada pelo brasileiro .

Em 19 jogos disputados entre as duas seleções, Portugal venceu 4, perdeu 12 e empatou 3; sendo derrotado em todos os 9 jogos que aconteceram no Brasil.

Ficha Técnica AMISTOSO: BRASIL-PORTUGAL

Estádio: Bezerrão, em Gama (Brasília) Hora: 22:00 Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai)

• BRASIL – Júlio César; Maicon, Luisão, Thiago Silva, Kleber ( Marcelo aos 36 do 2º tempo ); Elano ( Mancini aos 30 do 2º tempo ), Gilberto Silva, Kaká, Anderson ( Josué aos 35 do 2o tempo ); Luis Fabiano ( Adriano aos 22 do 2o tempo ) e Robinho ( Alex aos 37 do 2º tempo ). Treinador: Carlos Dunga. Suplentes: Doni, Daniel Alves, Marcelo, Miranda, Josué, Diego, Mancini, Alex, Adriano e Pato.

PORTUGAL – Quim; Bosingwa, Bruno Alves, Pepe e Paulo Ferreira; Maniche( João Moutinho aos 21 do 2º tempo ), Tiago( Raul Meireles ao inicio do 2o tempo ) e Deco; Danny( Nani ao inicio do 2º tempo ), Cristiano Ronaldo e Simão( Hugo Almeida aos 31 do 2o tempo ). Treinador: Carlos Queiroz. Suplentes: Eduardo, Meira, Rolando, Miguel, César Peixoto, Moutinho, Raul Meireles, Nani e Hugo Almeida.

Gols: • 1º tempo: Danny aos 5 para Portugal, Luis Fabiano aos 9 e aos 25 para o Brasil • 2º tempo: Maicon aos 10 e Luis Fabiano aos 13 para o Brasil; Simão aos 17 para Portugal ; Elano aos 20 e Adriano aos 45, para o Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Send this to a friend