SENAI Ceará assina protocolo de cooperação em Portugal

Da Redação

No último dia 10, na cidade do Porto, foi assinado protocolo de cooperação técnica entre o Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial (Inegi) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Ceará) para cooperação científica e tecnológica, projetos de inovação, consultorias e prestação de serviços laboratoriais para definições de linhas estratégicas setoriais para a indústria brasileira.

A assinatura aconteceu durante viagem do presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), Ricardo Cavalcante, e comitiva brasileira que contempla uma série de encontros e visitas com o objetivo de prospectar oportunidades para a indústria cearense, com foco em inovação e novas tecnologias.

Na oportunidade, a comitiva cearense pôde conhecer a atividade que o INEGI desenvolve para a indústria portuguesa, contemplando a mostra de projetos, capacidades e laboratórios, particularmente nas áreas da energia eólica, fabrico aditivo, fundição, processos de fabrico, materiais compósitos, bem como ótica e mecânica experimental.

Integraram a comitiva cearense o diretor de Inovação e Tecnologia da FIEC, Sampaio Filho, e o diretor regional do SENAI Ceará, Paulo André Holanda.

O Inegi é um instituto de novas tecnologias, situado na interface Universidade – Indústria e vocacionado para a realização de atividade de pesquisa e de inovação de base tecnológica e transferência de tecnologia orientada para o tecido industrial.

Nasceu em 1986 no seio do que são hoje os Departamentos de Engenharia Mecânica (DEMec) e de Engenharia e Gestão Industrial (DEGI) da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP).

Com a figura jurídica de Associação Privada sem Fins Lucrativos, o estatuto de «Utilidade Pública» e uma equipe própria de 200 colaboradores, assume-se como um agente ativo no desenvolvimento e consolidação de um modelo competitivo baseado no conhecimento, na densidade tecnológica dos produtos e processos e na inovação de base tecnológica.

O Inegi desenvolve a sua atividade em 4 eixos fundamentais: pesquisa, inovação e transferência de tecnologia, consultoria científica e tecnológica, e prestação de serviços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend