Presidente quer políticos a fazer muito ao mesmo tempo pelo ambiente

O Presidente da República, Cavaco Silva, considerou que os políticos vão ter que "fazer muitas coisas ao mesmo tempo" para recuperar o tempo perdido e "o que não foi feito" nas políticas ambientais e de energia. "Temos que ser capazes de fazer muitas coisas ao mesmo tempo", afirmou Cavaco Silva durante uma visita à Piscina Municipal do Oriente, em Lisboa, ao final do Roteiro da Ciência, dedicado às tecnologias limpas.

 

Presidência da República

Em visita à Doca da Marinha, em 13 de março em Lisboa, o Presidente da República tomou contato com o Serviço de Combate à Poluição da Direção-Geral de Autoridade Marítima.

Para Cavaco Silva, em matéria ambiental e de poupança de energia, por exemplo, Portugal tem que esforçar-se e fazer "muito ao mesmo tempo". "Quando os países se atrasam muito então têm que fazer tudo ao mesmo tempo. É isso que se exige aos agentes políticos: que façam muitas coisas ao mesmo tempo porque no passado não foi feito aquilo que deveria ter sido feito", disse.

Cavaco deu um exemplo que conheceu do tempo em que era primeiro-ministro, a poluída Ribeira dos Milagres, que, tanto quanto se informou, "continua poluída". A segunda jornada do Roteiro da Ciência começou na barragem de Castelo de Bode (Tomar) e continuou com uma passagem pela estação de tratamento de águas da EPAL, em Asseiceira, também em Tomar. Em Lisboa, acompanhado pelo ministro da Defesa, Nuno Severiano Teixeira, Cavaco esteve na Autoridade Marítima, junto ao Tejo, onde pode ver os meios que a Marinha dispõe para o combate à poluição. Em Moscavide, Cavaco Silva esteve na Piscina, propriedade da Câmara Municipal de Lisboa, exemplo de um edifício "verde", que utiliza painéis solares e outras energias renováveis. "Quando construírem piscinas, já sabem que podem construí-las com um custo energético baixo", afirmou citando como exemplo.

O Presidente da República almoçou com empresários e investigadores que trabalham na área energética, a quem pediu contributos sobre o que podem os cientistas fazer para "criar oportunidades" até de investimento nas tecnologias limpas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: