Parque eólico torna Vale do Minho exportador de energia

Da Agencia Lusa

Estela Silva/Lusa Portugal

>> Parque Eólico do Alto Minho, o maior da da Europa, foi hoje inaugurado oficialmente pelo ministro da Economia e da Inovação, Manuel Pinho, 26 de Novembro de 2008, em Monção.

 

O Vale do Minho vai tornar-se exportador de energia, com a inauguração de um novo parque eólico que deixará a região no norte de Portugal com uma capacidade total instalada de 290 megawatts (MW).

O presidente da VentoMinho, Nuno Ribeiro da Silva, disse à Lusa que a energia eólica produzida na região será equivalente ao consumo de 300 mil lares, permitindo poupar cerca de 500 mil toneladas por ano em emissões de CO2 para a atmosfera.

"75% da energia consumida no distrito de Viana do Castelo será produzida no Vale do Minho, o que significa que esta região será exportadora de energia", frisou.

Em 26 de novembro, esteve previsto a inauguração do chamado Parque Eólico do Alto Minho I, com uma capacidade instalada de 240 megawatts e que significou um investimento de 361 milhões de euros.

O empreendimento é composto por cinco sub-parques, localizados nas cidades de Paredes de Coura, Monção, Melgaço e Valença, e uma "forte" infra-estrutura elétrica de ligação à rede eléctrica nacional.

Já está em funcionamento o Parque Eólico do Alto Minho II, em Caminha e Vila Nova de Cerveira, com 24 aerogeradores e uma capacidade instalada de 48 megawatts.

"A produção anual estimada destes parques é de 650 gigawatts/hora, o que significa que é um bocado superior a um por cento do consumo nacional", citou Nuno Ribeiro da Silva.

Segundo a VentoMinho, a região do Vale do Minho fica dotado do maior parque eólico construído na Europa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend