OCDE sinaliza trajetória de recuperação da economia portuguesa

Da Redação
Com Lusa

Os indicadores compósitos da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) sinalizam em agosto uma aceleração do crescimento econômico de Portugal pelo terceiro mês consecutivo.

O índice compósito, que antecipa viragens de ciclo econômico, situou-se em 99,68 pontos em agosto em Portugal, sinalizando a terceira subida consecutiva, depois de em julho ter sido 99,6 pontos, em junho 99,5 pontos e em maio de 99,4 pontos.

A OCDE anunciou que voltou a detectar sinais de desaceleração do crescimento econômico nas grandes economias da União Europeia, à exceção da Alemanha, onde prevê estabilidade.

Os indicadores compósitos, que refletem por antecipação inflexões no ciclo econômico, demonstram que estes se situaram na OCDE em 99,6 pontos em agosto, abaixo do nível de 100 que marca a média de longo prazo e menos uma décima do que em julho.

Na zona euro, os indicadores de agosto também baixaram 0,15 pontos para 99,63 pontos, enquanto nas sete principais economias do mundo (Canadá, França, Japão, Alemanha, Itália, Reino Unido e Estados Unidos), os indicadores desceram apenas meia décima para 99,8 pontos.

A Alemanha permaneceu dissociada desta tendência de queda, já que a sua descida se limitou a oito centésimas, o que a OCDE interpreta como sinal de uma “estabilização do crescimento”.

O Reino Unido voltou a sinalizar uma desaceleração do crescimento com uma descida de 12 centésimas para 99,05 pontos.

Nos EUA, a OCDE sinalizou uma subida de uma centésima para 99,95 pontos e no Japão uma diminuição de seis centésimas para 99,68 pontos, continuando-se a apontar para um crescimento estável.

A China também se manteve com sinais de estabilidade (com o indicador a aumentar nove centésimas para 99,16 pontos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend