Evento sobre redes sociais em Brasília promete aproximar Brasil e Portugal

Por Igor Lopes

A edição brasileira da 2ª Escola Luso-Brasileira de Análise de Redes Sociais, que vai acontecer entre os dias 9 e 11 de julho, na Faculdade de Ciência da Informação da Universidade de Brasília (UnB), conta agora com inscrições gratuitas e com novo calendário de aulas.

Acordo firmado entre a universidade brasileira e a Escola promotora do certame viabilizou inscrições sem custos para os participantes. O horário e o conteúdo das disciplinas também sofreram alterações.

As aulas serão compostas por cursos intensivos, organizados agora em três módulos. Estarão presentes professores nacionais e internacionais que irão abordar questões teóricas e práticas sobre o método de Análise de Redes Sociais.

Confira o Programa atualizado:

Módulo 1: Dia 9 de Julho - segunda-feira – das 08h30 às 13h30

– Introdução à análise de redes sociais

Objetivo: Familiarizar os participantes com os principais conceitos, métodos e medidas da análise de redes sociais além de apresentar o software GEPHI para análise e visualização de dados. O docente será Dalton Martins.

Módulo 2: Dia 10 de Julho - terça-feira – das 08h30 às 13h30

– ARS aplicada às Mídias Sociais

Objetivo: Capacitar os participantes na análise de dados proveniente de mídias sociais como facebook e twitter, por exemplo. Docente: Inês Amaral.

Módulo 3: Dia 11 de Julho - quarta-feira – das 08h30 às 13h30

- Redes de Colaboração Científica

Objetivo: Capacitar os participantes na aplicação dos métodos de ARS com foco nas Redes de colaboração científica com dados de bases internacionais e brasileiras. Docente: Ricardo Sampaio.

Expectativa é aproximar os dois países em torno dessa temática digital.

“A Análise de Redes ou a Ciência de Redes pode ser considerada um método e uma ciência multidisciplinar que permite que pessoas com diferentes perfis, contextos e conhecimentos possam utilizar para facilitar a análise de dados relacionais”, defende Ricardo Sampaio, professor brasileiro e um dos organizadores do curso.

Para a docente portuguesa Inês Amaral, “a metodologia de análise de redes sociais não se foca no digital, é ampla e deve ser pensada numa lógica multidisciplinar, permitindo compreender sistemas complexos e relacionais com os quais lidamos diariamente”.

Interessados devem acessar site

O curso destina-se a estudantes de graduação, pós-graduação, pesquisadores, docentes universitários, funcionários de empresas e da administração pública interessados em aprender e aplicar métodos, técnicas e ferramentas da Análise de Redes Sociais, aos mais variados domínios do conhecimento.

Interessados em participar devem acessar o site do curso em https://medium.com/escola-de-redes e preencher o formulário de inscrição. Dúvidas podem ser enviadas para o e-mail [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend