Compras ‘online’ aumentam 10% em 2020 – Banco de Portugal

Da Redação

As compras ‘online’ com cartões de pagamento portugueses cresceram 9,6% em 2020, ano de crise pandêmica, sendo que a maioria do valor gasto é em comerciantes estrangeiros, segundo dados divulgados pelo Banco de Portugal.

De acordo com o Relatório dos Sistemas de Pagamentos, o ano passado, as compras ‘online’ cresceram de forma significativa, tendo aumentado em 32,3% o número de operações e em 9,6% o montante total.

Contudo, o Banco de Portugal não divulga os valores absolutos gastos em compras ‘online’.

A maioria das compras ‘online’ foi feita a comerciantes estrangeiros. Em 2020, as compras ‘online’ com cartões portugueses feitas a entidades localizadas fora de Portugal representaram cerca de 65% do número e do valor total das compras ‘online’.

Nas compras ‘online’ a comerciantes estrangeiro incluem-se, por exemplo, pagamentos a entidades como Netflix ou Apple Store.

O ano de 2020 foi marcado pela crise da covid-19, com alteração dos hábitos de consumo e pagamento dos residentes em Portugal.

No Brasil

Já o e-commerce brasileiro faturou 56,8% a mais somente nos cinco primeiros meses de 2020 em comparação com igual período do ano passado, segundo pesquisa realizada pelo Movimento Compre&Confie em parceria com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

O 42º relatório Webshoppers, conduzido pela Ebit | Nielsen, em parceria com a Elo, aponta que, no primeiro semestre de 2020, o e-commerce foi responsável por R$38,8 bilhões em vendas no Brasil, distribuídos em 90,8 milhões de pedidos, contemplando 41 milhões de pessoas.

Sites de busca e as redes sociais são, de acordo com a Ebit|Nielsen, o principal caminho para se iniciar as compras de produtos. Para artigos de Casa&Decoração, por exemplo, ambos canais são o início de 55% de todas as vendas. Já para Roupas e Calçados, é o início de 44%, seguido por Perfumaria (38%), Petshop (33%) e Farma (30%).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: