Centro de Negócios é inaugurado em São Paulo voltado à empresas portuguesas

RicardoEspiritoSanto_PiresLima_CentroNegocios

Mundo Lusíada

A Câmara Portuguesa de São Paulo inaugurou na manhã de 17 de junho o Centro+Negócios, no edifício da Casa de Portugal, no Bairro da Liberdade, em São Paulo. O evento marcou o início das operações do projeto, que pretende contribuir para a criação, desenvolvimento e aprimoramento de empresas estrangeiras, fornecendo infraestrutura de apoio para facilitar sua implantação no mercado brasileiro.

O projeto foi inaugurado pelo ministro português da Economia, Antonio Pires de Lima, durante visita oficial de três dias à São Paulo.

“A necessidade de se criar um espaço como o Centro+Negócios partiu da percepção de uma tendência cada vez maior de internacionalização das empresas portuguesas para o Brasil, seja por meio de exportação de produtos e serviços de Portugal para cá, seja pelo estabelecimento de empresas no país”, explica Ricardo Espirito Santo, presidente da Câmara Portuguesa.

O Centro+Negócios é destinado a empresas portuguesas que queiram se implantar no Brasil e que necessitem de um espaço onde desenvolver a sua atividade numa fase inicial; a empresas que tenham negócios recorrentes no Brasil e que seus colaboradores necessitem de um espaço para trabalhar e reunir com clientes, fornecedores ou outras entidades enquanto estiverem em São Paulo; a empresas que realizem missões comerciais ao Brasil ou estejam presentes em Feiras e outros certames.

A expectativa é que as empresas utilizem a estrutura do Centro+Negócios entre uma semana e seis meses, mas há possibilidade de ficar mais tempo, caso exista essa necessidade.

Segundo Ricardo Espírito Santo, o valor do aluguel “é pequeno e razoável” – uma semana 500 reais e um mês 1000 reais. Por esta quantia, têm acesso a um posto de trabalho com internet, telefone e ao apoio das empresas que prestam serviços à Câmara Portuguesa, como empresas que tiram vistos de residência, de contabilidade, escritórios de advocacia e recursos humanos.

Os empreendedores também terão à disposição os benefícios oferecidos aos associados da Câmara Portuguesa, como acesso a um conjunto alargado de informações e estudos sobre o mercado e a uma rede de ‘networking’ formada por possíveis parceiros, fornecedores e clientes.

O novo centro está aberto a qualquer empresa, desde que esta seja associada da Câmara Portuguesa. Ricardo Espírito Santo explica porquê: “Somos uma entidade sem fins lucrativos e portanto só podemos prestar serviços aos nossos associados”.

Por sua vez, o presidente da AICEP, Miguel Frasquilho, frisou que “este é mais um passo que a AICEP também deu no Brasil para facilitar a vida às empresas, que ali chegam e não dispõem de grandes condições”. “É uma iniciativa que será muito positiva para o futuro e que não existia até agora para as empresas que se queriam instalar e internacionalizar para o Brasil”, disse.

As empresas que procurarem o Centro+Negócios, além de poderem utilizar o espaço, terão acesso preferencial a todo um conjunto de serviços oferecidos de áreas inerentes a qualquer tipo de atividade empresarial que venha a se estabelecer no país: contabilidade, serviços jurídicos e de legalização de estrangeiros e empresas de recursos humanos.

A iniciativa resulta de uma parceria entre a Câmara Portuguesa e a Casa de Portugal e conta com o apoio institucional do Consulado Geral de Portugal em São Paulo e da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP). Mais informações no e-mail [email protected]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Send this to a friend