IndieLisboa 2019: Cinema brasileiro “em transe” e mais de 50 filmes portugueses

Da Redação
Com Lusa

Uma prospecção sobre o cinema do Brasil e uma reflexão sobre a produção cinematográfica portuguesa são duas das propostas do Festival Internacional de Cinema – IndieLisboa, marcado para o mês de maio.

“Desde a primeira edição, há um trabalho de reconhecimento do cinema que se faz em Portugal”, afirmou Miguel Valverde, um dos programadores, a propósito da presença de filmes portugueses nas várias secções do IndieLisboa e do aumento de obras selecionadas para a competição.

Este ano, o 16.º IndieLisboa contará com mais de 50 filmes portugueses, presentes em toda a programação, entre estreias mundiais, estreias nacionais e primeiras obras. Há 17 filmes na competição de curtas-metragens,

Destaque, por exemplo para as seis longas da competição portuguesa, entre ficção e documentário: “Alva”, de Ico Costa, “Campo”, de Tiago Hespanha, “Mar”, de Margarida Gil, “A minha avó trelototó”, de Catarina Ruivo, “Tragam-me a cabeça de Carmen M.”, de Felipe Bragança e Catarina Wallenstein, e “Tristeza e alegria na vida das girafas”, de Tiago Guedes.

“Past Perfect”, de Jorge Jácome, está integrado na competição internacional de curtas-metragens.

A direção do IndieLisboa sustenta esse papel de plataforma de divulgação de filmes portugueses, mas também espaço de reflexão sobre práticas e produção do cinema português.

Haverá ainda uma antestreia de “Hotel Império”, de Ivo Ferreira, no âmbito de um programa dedicado aos 20 anos da transferência administrativa de Macau para a China, a exibição de três episódios de uma nova série daquele realizador, intitulada “Sul”, e a estreia do documentário “Sou autor do meu nome Mia Couto”, de Solveig Nordlund.

O IndieLisboa, que se apresenta já como “um festival generalista”, contará com cerca de 250 filmes distribuídos pelas várias secções, algumas já anunciadas nas últimas semanas, como a retrospetiva dedicada à atriz Anna Karina, em parceria com a Cinemateca.

A atriz, um dos rostos da Nouvelle Vague francesa, estará em Lisboa entre 05 e 09 de maio, estando previsto um encontro com o público no dia 08.

Na apresentação do programa em Lisboa, o programador Nuno Sena sublinhou uma das escolhas deste ano, sob o título “Brasil em transe”, com mais de trinta filmes do recente cinema brasileiro. O objetivo é refletir sobre o presente e o futuro do cinema brasileiro.

“Tem uma missão mais prospectiva do que retrospetiva. Percebemos que era impossível conter o cinema brasileiro num programa com 10, 20 filmes. É um país em que a produção ultrapassa as duas centenas por ano, com uma produção independente fortíssima”, afirmou.

É neste programa que serão mostrados filmes de Petra Costa, Helvécio Marins Jr., Gustavo Vinagre e Rodrigo Carneiro e André Novais Oliveira. Alguns deles estarão presentes numa mesa-redonda, no dia 11 de maio.

No “IndieMusic”, entre outros, será mostrado o documentário “Ela é uma música”, de Francisca Marvão, que contará com um concerto, a 10 de maio, nas Carpintarias de São Lázaro, com mulheres que fizeram e fazem o rock nacional: Lena d’Água, Adelaide Ferreira, As Gaijas, The Dirty Coal Train, Anarchicks, Panelas Depressão, Clementine, Decibélicas, Matriarca Paralítica e Aurora Pinho.

Apresentado como um festival dentro do Indie, os programadores voltam a sublinhar a importância do IndieJúnior, que é já a maior seção do IndieLisboa, em termos de espectadores.

Estão previstas duas sessões especiais para os mais novos: uma composta por ‘curtas’ clássicas do cinema polaco de animação, dos anos 1960, e um filme-concerto com um trio de músicos da Casa da Música a tocarem para filmes de Charles Chaplin e Buster Keaton.

O 16.º IndieLisboa decorrerá de 02 a 12 de maio na Culturgest, no Cinema São Jorge, na Cinemateca Portuguesa, no Cinema Ideal e Carpintarias de São Lázaro, onde desembocará a programação paralela de concertos e festas.

Em 2018, o IndieLisboa contou com 37 mil espectadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend