Filme com Caco Ciocler “Boni Bonita” entre os destaques do FESTin Lisboa

Da Redação

A 10ª edição do Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa (FESTin) reconheceu com a Menção Honrosa o longa-metragem “Boni Bonita” do diretor Daniel Barbosa. A distribuição nos cinemas é da O2 Play, e traz no elenco Caco Ciocler e Ailín Salas.

O filme “Todas as Canções de Amor”, da realizadora Joana Mariani, foi o grande vencedor da 10ª edição do FESTin, que decorreu entre 15 e 22 de maio. Os galardões foram anunciados em cerimônia realizada no cinema São Jorge, em Lisboa.

O júri também atribui o prêmio de Melhor Realizador para Aly Muritiba (“Ferrugem”), Melhor Ator para Daniel Oliveira (“Aos teus Olhos”) e Melhor Atriz para Tifanny Dopke (“Ferrugem”). Já o público escolheu “Unicórnio”, de Eduardo Nunes, como o seu preferido.

“Boni Bonita” também foi selecionado para o Slamdance, festival de cinema anual focado em artistas emergentes e filmes independentes de baixo orçamento nos Estados Unidos.

“Boni Bonita” marca a estreia do diretor em longas-metragens, uma coprodução Brasil e Argentina entre a Nimboo’s e a Werner Cine.

Ainda inédito nos cinemas brasileiros, o filme vem percorrendo o circuito internacional. A estreia ocorreu em novembro do ano passado, durante o Festival Internacional de Cine de Mar del Plata, na Argentina.

“Boni Bonita” conta a história de Beatriz, uma argentina de 16 anos, que após a morte da mãe, se muda para o Brasil com seu pai ausente. Em um show, ela conhece Rogério, líder de uma banda independente que tem quase 40 anos e que luta contra a sombra do legado musical de seu avô. Forma-se uma relação incomum alimentada pela noção desconcertante do amor de Beatriz e as frustrações de Rogério.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend