Eurovisão teve quase um milhão de espectadores na segunda semifinal

Da Redação
Com Lusa

Cerca de um milhão de espectadores assistiu na terça-feira à noite, através da RTP1, a segunda semifinal da 63.ª edição do Festival Eurovisão da Canção, que decorreu na quinta-feira em Lisboa, número semelhante ao da primeira semifinal.

De acordo com comunicado da RTP, “a segunda semifinal do Festival Eurovisão da Canção registou uma audiência média de 970 mil espectadores, o que representa uma quota de mercado de 22,6%”.

“Estes são os melhores resultados de uma 2.ª semifinal desde 2008. Nesse ano Portugal foi representado por Vânia Fernandes, com ‘Senhora do Mar’, que atuou na segunda semifinal, alcançando um 2.º lugar e passagem à Final, um feito que Portugal não atingia desde 2003”, refere a estação pública.

No horário em que a segunda semifinal foi emitida, entre as 20:00 e as 22:15, “a RTP1 foi líder de mercado, tendo mais de dois milhões e 300 mil espectadores contactado com a emissão”.

A primeira semifinal, que decorreu na terça-feira, “contabilizou 22,6% de ‘share’ e 985 mil espectadores”. No comunicado, a RTP refere ainda que “o fenômeno da Eurovisão foi também relevante no ‘online’ da RTP”.

“Na área do ‘On Demand’ do RTP Play, o Festival Eurovisão da Canção contabilizou mais de cinco mil visitas, sendo o conteúdo mais visitado. O ‘site’ dedicado à Eurovisão continua a superar as 12 mil visitas, sendo o mais visitado dos ‘sites’ de programas da RTP”, lê-se no comunicado.

Na edição deste ano concorrem 43 países, competindo 26 na final, marcada para sábado na Altice Arena, no Parque das Nações.

Na terça-feira, durante a primeira semifinal, ficaram apuradas, para a final, as canções da Áustria, Estônia, Chipre, Lituânia, Israel, República Checa, Bulgária, Albânia, Finlândia e Irlanda, entre as 19 em competição.

Na quinta-feira, também na Altice Arena, competiram 18 países, tendo sido selecionados para a final outros dez: Sérvia, Moldávia, Hungria, Ucrânia, Suécia, Austrália, Noruega, Dinamarca, Eslovênia e Holanda.

Portugal, que este ano concorre com o tema “O Jardim”, interpretado por Cláudia Pascoal e composto por Isaura, tem entrada direta na final, por ser o país anfitrião.

Além de Portugal, têm também entrada direta, na final, Espanha, Reino Unido, França, Alemanha e Itália, o grupo dos chamados ‘Big 5’, os países que contribuem com mais verbas para a EBU, que organiza o concurso.

A final será transmitida nos 43 países que participam no concurso. Além disso, de acordo com a organização, “foram também vendidos direitos de transmissão para os Estados Unidos da América e a China”. Tudo somando, a organização estima que a final tenha “um potencial de 200 milhões de telespectadores”.

A 63.ª edição do Festival Eurovisão da Canção é realizado pela European Broadcasting Union (EBU, sigla em inglês) em parceria com a RTP, em Lisboa.

Na quinta-feira, a organização anunciou a cessação “com efeitos imediatos” do acordo para transmissão do concurso na China, depois de o canal que detinha os direitos (Hunan TV, também conhecido como Mango TV) ter censurado duas canções na semifinal de terça-feira, a da Albânia, por o cantor ter tatuagens, e a da Irlanda, por se tratar de um tema que descreve uma relação homossexual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend