Estudantes de Bauru fazem curso de comunicação estratégica em Portugal

Da Redação

Nesse mês de setembro, 13 alunos da pós-graduação da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (Faac) do campus de Bauru da Unesp, acompanhados da diretora técnica acadêmica Angélica Ruiz, participaram de Programa de Mobilidade Acadêmica Internacional com universidades portuguesas.

O programa teve como objetivo o estabelecimento de uma rede de cooperação para desenvolvimento de pesquisas, eventos, publicações e programas de formação com a Universidade do Porto e a Universidade Nova de Lisboa, na área da Comunicação.

Os estudantes realizaram visitas técnicas nas instituições e tiveram a oportunidade de conhecer as perspectivas da Comunicação destas instituições, a partir do contato com o professor Vasco Ribeiro (Universidade do Porto) e com a professora Ivone Ferreira (Universidade Nova de Lisboa).

Dentre essas atividades, os alunos participaram de um Curso de Difusão de Conhecimento em Comunicação Estratégica, coordenado pela professora Célia Maria Retz Godoy dos Santos, do Departamento de Comunicação Social da Faac, em parceria com Gisela Gonçalves, da Universidade Beira Interior (UBI), de Covilhã, Portugal.

A UBI, fundada em 1986, é uma premiada instituição de ensino da Europa na área de Comunicação, além de ser considerada uma das 150 melhores universidades jovens do mundo –a Unesp, criada em 1976, está entre as principais universidades jovens do Brasil.

A maioria dos edifícios da universidade em Covilhã resulta da reconversão de antigas fábricas têxteis, incluindo a recuperação da antiga Fábrica Real de Panos (inaugurada em 1764 pelo Marquês de Pombal), que já funcionara também como quartel militar.

O curso realizado na Universidade Beira Interior teve duração de 56 horas de atividades teóricas e práticas e tratou de temas como marketing, tecnologias digitais, branding, escrita criativa, produção audiovisual, storytelling, além de outros assuntos relacionados à comunicação estratégica.

“Os pós-graduandos da Faac foram muito bem acolhidos nas instituições por onde passaram e deixaram registrada a marca da Unesp como uma reconhecida instituição científica e de ensino superior, aberta para parcerias e atividades concretas de cooperação”, afirma a diretora técnica acadêmica Angélica Ruiz, que acompanhou os pós-graduandos.

Os estudantes avaliaram a experiência de mobilidade como favorecedora da construção de um importante capital simbólico, contribuindo para o desenvolvimento de competências pessoais, interculturais, profissionais e acadêmicas.

Os pós-graduandos elogiaram a imersão cultural que a viagem proporcionou e o contato com debates atuais sobre a comunicação, informações técnicas e metodológicas.

“Foi uma oportunidade ímpar, que contribuiu para a minha formação pessoal, social e profissional através desse curso e da imersão cultural (que proporcionou)”, afirmou o estudante Ronaldo Garcia Almeida. “Quero deixar registrada a minha gratidão pela experiência incrível que vivemos”, disse a aluna Francielle Kuamoto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend