Defesa de Portugal lança “Portal da Memória” com 600 mil documentos

Da Redação
Com Lusa

O Ministério da Defesa Nacional de Portugal lançou o “Portal da Memória”, que permite a pesquisa e o acesso a documentação histórica do patrimônio de seis arquivos, 26 bibliotecas e dez museus militares e da Defesa.

O portal agora apresentado no Museu Militar, em Lisboa, conta com 629.55 registros pesquisáveis, como documentos de arquivo, cartas, relatórios e peças museológicas de 42 instituições da área militar e da Defesa.

Integrando o programa de modernização administrativa ‘Simplex +’, o ‘Portal da Memória’ dirige-se a estudantes, pesquisadores, mas também à população em geral, disse o ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, acrescentando esperar que a medida venha a permitir aumentar o conhecimento sobre a história e a realidade das Forças Armadas.

De acordo com o secretário-geral do Ministério da Defesa Nacional, João Ribeiro, o projeto levou dois anos a ser concluído e implicou “26 mil horas de trabalho”, num investimento de cerca de 500 mil euros, dos quais 300 mil da União Europeia.

O projeto incluiu o tratamento de milhares de documentos do arquivo do antigo ministro da Defesa Santos Costa, que ocupou o cargo entre 1957 e 1958, e que foram encontrados “em caixotes” no Forte de São Julião da Barra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend