Cristovão Tezza é o grande vencedor do Prêmio Portugal Telecom

O segundo prêmio, no valor de R$ 35 mil, foi divido entre "Antônio", da brasileira Beatriz Bracher, e "Eu hei de amar uma pedra", do escritor português António Lobo Antunes. A atriz brasileira Fernanda Montenegro prestigiou o evento.

Da RedaçãoCom Portugal Digital

Divulgação

O brasileiro Cristovão Tezza, com o romance “O Filho Eterno”, é o grande vencedor da edição 2008 do Prêmio Portugal Telecom de Literatura, que se junta ao prêmio Jabuti que também atribuiu a distinção ao escritor, na categoria Melhor Romance. Criado em 2003, com o objetivo de prestigiar e divulgar a literatura brasileira e em seguida se estendendo a todos os livros escrito em língua portuguesa, o prêmio Portugal Telecom de Literatura é considerado um dos mais prestigiados do Brasil.

Na noite de quarta-feira 29 de outubro, aconteceu a cerimônia de entrega do prêmio e o grande vencedor foi Cristovão Tezza, que ganhou como primeiro colocado R$ 100 mil e ainda troféu criado pelo artista plástico Paulo Von Poser. O segundo prêmio, no valor de R$ 35 mil, foi divido entre "Antônio", da brasileira Beatriz Bracher, e "Eu hei de amar uma pedra", do escritor português António Lobo Antunes. Em terceiro lugar ficou "O sol se põe em São Paulo", de Bernardo Carvalho, com prêmio de R$ 15 mil.

O evento, na Sala Fasano, em São Paulo, contou com a presença de numerosos convidados. Entre eles, a atriz brasileira Fernanda Montenegro, que em sua primeira aparição pública após a morte de Fernando Torres (último mês de setembro), Montenegro foi muito aplaudida ao fazer uma homenagem à literatura e língua portuguesa. Além de entregar o troféu ao catarinense Tezza, ela dramatizou três poemas de Fernando Pessoa, um poema de Carlos Drummond de Andrade e duas crônicas de Clarice Lispector, todas escolhas dela própria.

O vencedorNascido em Lages, Santa Catarina, em 1952, Cristovão Tezza é um dos destaques da atual literatura brasileira desde o lançamento de seu primeiro livro, "Trapo", em 1988.

Autor de uma dezena de livros, leciona na Universidade Federal do Paraná, e recebeu o Prêmio Machado de Assis da Biblioteca Nacional de melhor romance do ano de 1998, por "Breve Espaço entre Cor e Sombra". Com "O Fotógrafo", conquistou o Prêmio da Academia Brasileira de Letras de melhor romance de 2005, e o Prêmio Bravo! de melhor obra, além do Prêmio Petrobras de Literatura pelo romance "Aventuras Provisórias".

“O Filho Eterno” de Cristovão Tezza será colocado nas livrarias pela Gradiva a partir de 20 de novembro. O romance aborda a relação entre um pai e um filho com síndrome de Down tendo como pano de fundo os últimos 30 anos da história do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend