Coimbra e instituição do Rio Grande do Norte assinam protocolo para formação avançada

Da Redação
Com Lusa

A Universidade de Coimbra assinou nesta quarta-feira um protocolo de cooperação com o Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), no nordeste do Brasil, para formação avançada em engenharia informática dos seus docentes, com a possibilidade de alargar a outras áreas.

O protocolo permite que quadros superiores do Estado brasileiro possam fazer formação avançada na Universidade de Coimbra, nomeadamente cursos de doutoramento na área de computação.

Segundo o reitor do IFRN, Wyllys Tabosa, o protocolo visa dar resposta às necessidades de formação dos docentes de uma instituição que passou a ter oferta de ensino superior há cerca de dez anos.

Além da informática, o IFRN pretende, num futuro próximo, alargar o protocolo de cooperação com a Universidade de Coimbra a outras áreas, nomeadamente o direito, as ciências da educação e o ensino à distância – componente “muito importante”, face às dimensões do país -, salientou.

O protocolo vai permitir ainda a cooperação no desenvolvimento de sistemas de segurança e parceria em projetos de investigação, acrescentou.

De acordo com Wyllys Tabosa, só na área da engenharia informática, o IFRN tem 200 docentes com necessidades de formação avançada.

Segundo o vice-reitor da Universidade de Coimbra (UC) Joaquim Ramos de Carvalho, este é o primeiro protocolo que a instituição celebra com o IFRN, sublinhando que a perspectiva é que seja alargado a outras áreas.

O diretor do Departamento de Engenharia Informática da UC, Eduardo Monteiro, informou que espera já no próximo ano letivo receber dez docentes da instituição brasileira para frequentarem cursos de doutoramento.

O IFRN tem cerca de 38 mil estudantes, sendo composto por 22 ‘campus’.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend