Centro Histórico de Porto Alegre recebe a 2ª Romaria Portuguesa

Da Redação

O Centro Histórico de Porto Alegre recebe a 2ª Romaria Portuguesa – Portugal e suas Festas Populares, no próximo domingo, dia 9 de dezembro.

Muitas atrações estão programadas com o objetivo de promover um festival multicultural e celebrar a comunidade portuguesa no Rio Grande do Sul, estimada em 10 mil pessoas, entre portugueses natos e luso descendentes.

“A ideia de realizar a Romaria Portuguesa surgiu a partir das festas portuguesas que acontecem em Porto Alegre e com base nas festas dos santos populares, tão presentes na cultura portuguesa, como a de Santo Antônio e de São João”, explica Edna Souza, responsável pela 7 Marias Produtora, organizadora do evento.

A Romaria, aberta à toda comunidade gaúcha, terá diferentes atrações para mostrar a influência da cultura popular portuguesa na brasileira. A segunda edição da Romaria Portuguesa começa às 12 horas do dia 9, em frente à escadaria da Igreja Nossa Senhora das Dores, no Centro Histórico de Porto Alegre (Rua dos Andradas, 587).

O show do Alma Lusitana tem início previsto para as 20 horas e vai encerrar a programação. Em caso de chuva, todo o evento será transferido para o domingo seguinte, dia 16 de dezembro.

O Alma Lusitana, criado em 2005, reúne canções que estão presentes na memória de portugueses e brasileiros, como “Nem as Paredes Confesso” e “Lisboa Antiga”, imortalizadas na interpretação da fadista Amália Rodrigues. Também apresenta as mais contemporâneas, como “Haja o que Houver”, que ficou conhecida pelo grupo Madredeus, e “Chuva”, por Mariza.

E faz o público cantar as conhecidas “Coimbra” e “Casa Portuguesa”. O grupo é formado pela intérprete Julia Machado e pelos músicos Maurício Montardo, nos teclados, Jéferson Luz, na guitarra portuguesa, e Pedro Rodrigues, no violão.

DANÇA, MÚSICA E LITERATURA

Além do Alma Lusitana, estão confirmadas as participações do Grupo de Danças Ilhas de Encanto, dos músicos Antônio e Carlos Leitão e da jornalista Patrícia Lima. O grupo de danças, fundado em 1981, no Instituto Estadual de Educação Isabel de Espanha, em Viamão, apresentará o folclore açoriano.

Já os primos Leitão recordam sucessos do grupo Boinas Brancas, que, durante anos, animou as festas realizadas na Casa de Portugal, na Capital gaúcha. Patrícia Lima, por sua vez, fará leituras de escritores portugueses, como Fernando Pessoa e Florbela Espanca.

Na Romaria, não faltarão as tradicionais barraquinhas com a venda de delícias tão características da culinária portuguesa. São doces, como os tradicionais pastéis de nata, bolinhos de bacalhau, sardinhas assadas, bacalhau às natas e pão com chouriço, além dos vinhos portugueses.

CASAIS AÇORIANOS

A escolha da escadaria da Igreja Nossa Senhora das Dores não é por acaso. Além de ser um dos principais pontos turísticos do Centro Histórico, o local é muito próximo de onde os 60 casais portugueses açorianos se estabeleceram, à beira do Guaíba, em 1752, criando o núcleo que resultaria na Freguesia de São Francisco do Porto dos Casais.

Depois esse nome foi alterado para Freguesia Nossa Senhora da Madre de Deus de Porto Alegre. Em 1807, devotos de Nossa Senhora das Dores deram início ao templo, oficialmente inaugurado em 1903. Em 1938, o prédio foi tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

A primeira edição da Romaria Portuguesa ocorreu em novembro de 2017, mas a forte chuva levou o evento para dentro do Salão Paroquial da Igreja Nossa Senhora das Dores. Mesmo assim, apesar do mau tempo, um bom público prestigiou o evento, dançando, cantando, revendo amigos e se divertindo.

A segunda edição da Romaria Portuguesa conta com apoio do Governo de Portugal, da Casa de Portugal de Porto Alegre, da Igreja Nossa Senhora das Dores, do Vivenda Portuguesa Restaurante Lusitano, do Amo.te Lisboa, da Mercatho Turismo, do Matheus Café e Confeitaria, da A Toca Cervejas Especiais e da Casa Portuguesa de Gramado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend