Bandas e Fanfarras no Colégio Santa Isabel

Mundo Lusíada

Há alguns anos, o Colégio Santa Isabel instituiu aulas de música no currículo escolar. E para incrementá-las, foi resgatado um pouco de uma antiga cultura que foi muito forte nos tempos de auge da Record. “Nós trouxemos de volta as bandas marciais”, diz Luís Caetano.

Atualmente, são mais de 200 músicos que representam a instituição, e a tradição das fanfarras, retornando não somente para dentro do colégio, como para toda região do bairro Santa Isabel. “Na região isto estava adormecido. Hoje praticamente 90% das escolas da região ressuscitaram as bandas marciais, e nas suas instituições”.

Todo ano, no terceiro fim de semana de agosto, acontece o Concurso Nacional de Bandas e Fanfarras, que faz parte do aniversário do bairro Vila Santa Isabel. Cerca de 5 mil refeições são preparadas para músicos, coreógrafos e maestros participantes do evento. Eles vêm de diversas instituições e incorporações musicais, de outros estados como Rio de Janeiro e Minas Gerais, e grande parte do interior de São Paulo; são alojados nas escolas da região, nas particulares, em igrejas, asilos, escolas estaduais e municipais.

São dois dias para as apresentações entre as várias categorias. Um evento que reúne diversos músicos numa grande confraternização.

O maior intuito da música, assim como os benefícios da leitura, é oferecer um aprendizado aos jovens. “Isso que o nosso governo deveria investir, e mais, dar condições ao jovem brasileiro para se sentir útil e capaz. Se eles não se sentem ou não têm o que fazer, vão para as ruas”, diz o diretor Luís Caetano.

“Quanto mais o povo aprender, quanto mais a criança e o adolescente tiver conhecimento, melhor será a nossa nação. Nação boa é nação culta”, defende.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend