A reinvenção da língua apresentada em Salvador

Por Agnes Cajaiba

Foto Márcio Lima

>> Ator Urias Lima durante o espetáculo

Estreou no Sesi Rio Vermelho, no último 03 de outubro em Salvador (Bahia), a peça “Um Caso de Língua”, e permanece com apresentações até 30 novembro, sempre de sexta a domingo.

O espetáculo “Um Caso de Língua” alia divertimento e informação, mostrando um desenho dos diversos aspectos que forjaram o idioma nacional. É através da criação de tipos pitorescos e seus falares que o ator Urias Lima se colocou sob a direção de Carmem Paternostro para trazer ao público esse trabalho. Sem perder o tom observador-mordaz sobre a diversidade da língua nacional, o ator faz desfilar inúmeros aspectos da riqueza prosódica do português falado no país.

“Nossa língua é pluralista, vai além da comunicação, porque informa, agrega, identifica e socializa, sem equivalente em nenhum outro país de língua portuguesa”, diz Urias, que também é autor do projeto ganhador do Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2007.

O trabalho é fruto de mais de quatro anos de anotações, leituras e também de cuidadosa pesquisa sobre a origem da língua falada no Brasil. O espetáculo faz um mosaico da formação do português brasileiro, a partir das influências de três matrizes lingüísticas: africana, portuguesa e tupi.

A peça usa como suporte a música “Língua”, de Caetano Veloso, para ressaltar a importância deste valioso patrimônio cultural. A construção do discurso do espetáculo também utiliza textos de Luis de Camões e lingüistas brasileiros, a exemplo de Marcos Bagno, como também de fragmentos de artigos de Gero Camilo e Fabrício Carpinejar, colhidos em revistas de grande circulação. Com poemas de Vinicius de Morais e Carlos Drummond de Andrade, os textos são costurados por uma trilha sonora que vai de Aldir Blanc a Arnaldo Antunes e Racionais MCs.

A Peça

Dá para imaginar uma versão baiana da criação do mundo? É nesse tom que o espectador de “Um Caso de Língua” vai sendo introduzido nas variações de alguns falares da língua nacional e suas origens. Daí para falar dos baianos ilustres é só um detalhe, todos eles desfilam garbosos em citações que lhe são popularmente atribuídas.

Senha dada ao público é hora de escolher, por exemplo, a palavra “bunda” para brincar com as matrizes lingüísticas que formaram o falar brasileiro. “Poucas pessoas se dão conta de que a palavra ‘bunda’ (uma preferência nacional) tem origem no dialeto banto. A bunda brasileira, com a qual requebramos nas festas populares é uma herança lingüística e genética da África”, explica Urias Lima. De fato, a palavra deriva de “mbunda”, segundo o estudioso Antonio Risério. E para quem leu Drummond nunca é demais lembrar que a nossa bunda foi objeto de poema homônimo do grande poeta.

A nossa língua ainda corre atrás dos indígenas e se apropria de palavras como Jacaré, Jaguar, Paraná, Ipanema, Carioca, Mogi-Mirim, Itamaraty, Itararé, Aracaju, Sergipe, Coaraci, Tapioca, Maracanã, Maracujá, Jaburu, Juriti, Siriema etc. “Se retirarmos o que há de tupi na língua portuguesa ninguém se comunica. A língua portuguesa no Brasil desaparece”, diz Urias.

A conclusão é de que o português falado no Brasil é uma língua híbrida. Quando chegou à costa brasileira em 1532, o português era formado por 160 mil verbetes. Hoje a Língua brasileira tem 240 mil verbetes.

A direção do espetáculo está a cargo da diretora e coreógrafa Carmen Paternostro, conhecida pela plástica e vigor corporal que costuma imprimir em seus espetáculos. Carmen Paternostro, que volta a dirigir após um período dedicado às aulas de mestrado em dança, tem espetáculos marcantes no currículo como Merlin ou a Terra Deserta, de Tankred Dorst; Dendê e Dengo, de Aninha Franco; Os Negros, de Jean Genet; Lágrimas de Um Guarda-Chuva, de Eid Ribeiro, dentre outros. A diretora, que sempre dirigiu grandes elencos, retorna conduzindo, pela primeira vez, um trabalho individual.

SERVIÇO

Um Caso de Língua” – Cia Teatro Uno

Local: Teatro do SESI – Rio Vermelho

De 03 de outubro a 30 de novembro

Sexta e Sábado 21h  Domingo às 20h

Ingresso: R$20,00 (inteira) PROMOCIONAL MEIA PARA TODOSR$10,00

Info (71) 3261-2179

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend