Ramos-Horta se recupera com bom humor

Mundo Lusíada

O presidente do Timor Leste está “preocupado com o povo timorense” e quer “saber tudo” sobre o atentado de que foi vítima, segundo uma declaração enviada à Agência Lusa. Na sua primeira declaração à imprensa após o ataque, em que foi atingido a tiro, José Ramos-Horta comunicou a intenção de “saber tudo a fundo sobre o que se passou, levando a investigação até ao fim”.

Através do seu cunhado João Carrascalão, Ramos Horta declarou ainda do Royal Hospital de Darwin, na Austrália, que está “muito sensibilizado e agradecido com o povo português”. O chefe de Estado timorense agradece em especial ao presidente Cavaco Silva, “pela condenação enérgica e imediata dos ataques e pelo apoio manifestado”. De bom humor, Ramos Horta mandou informar ao presidente luso que receberia com agrado em Darwin “alguns pastéis de Belém e um bom vinho do Porto”.

O presidente timorense, gravemente ferido no ataque à sua residência em Dili pelo grupo do major Alfredo Reinado, foi submetido a várias intervenções cirúrgicas e esteve mais de uma semana em coma induzido. Agora, Ramos-Horta já comeu alimentos sólidos, e está se recuperando depressa. No dia 25 de fevereiro, o presidente timorense se levantou pela primeira vez, duas semanas depois do ataque em Dili, e “já comeu sentado à mesa”, disse à Agência Lusa sua irmã Romana.

Em 23 de fevereiro, o presidente português congratulou-se com sua recuperação e disse esperar que Timor-Leste consiga julgar, “no respeito pela lei”, os responsáveis pela tentativa de “decapitação das instituições democráticas” do país. “Estou muito satisfeito por ele estar a recuperar e estar a recuperar bem. Isso é o mais importante”, afirmou. “O que eu mais desejo é que o presidente Ramos Horta regresse rapidamente para junto do seu povo”, acrescentou Cavaco Silva.

Sobre a solicitação do timorense de vinho e pastéis de belém, Cavaco disse que “gostaria de lhe fazer chegar rapidamente”. “Talvez quando for uma próxima missão da GNR se possam enviar”, acrescentou, notando com humor que dado a viagem ser longa, os pastéis de nata deverão chegar já frios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Send this to a friend