Presidente guineense termina visita oficial enfocando cooperações bilaterais

Mundo Lusíada

 

Entre 12 e 14 de novembro, e a convite do presidente Lula da Silva, esteve em visita oficial ao Brasil o presidente da Guiné-Bissau, João Bernardo Vieira. "A visita inscreve-se no marco das tradicionais relações de fraternidade e de cooperação existentes entre os dois países, que têm profundas raízes históricas, culturais e lingüísticas" divulgou o Ministério das Relações Exteriores do Brasil.

 

Entre as questões abordadas no encontro dos dois presidentes, foi abordada a atualidade internacional e reforço das relações bilaterais, em particular a concertação política e cooperação entre Brasil e a Guiné-Bissau.Cerca de 900 estudantes guineenses já obtiveram uma formação superior e de pós-graduação no Brasil, desde 2000. A pedido do presidente guineense, o Brasil deverá buscar formas de apoio à comunidade guineense que reside no país, e uma política transversal que ofereça maior proteção aos estudantes no Brasil, e contribua para "tornar a diáspora um importante vetor do desenvolvimento guineense".Um dos destaques do encontro foi ainda o debate a cerca dos países em desenvolvimento, pontos de vista em comum de Brasil e Guiné. Para ambos, é importante o reforço da cooperação Sul-Sul, por meio da solidariedade ativa, do estreitamento das relações comerciais e investimentos, do intercâmbio de recursos científicos e tecnológicos e da partilha de conhecimentos.Neste âmbito, ambos países continuarão com a coordenação político-diplomática e atuação conjunta em fóruns internacionais, e atividades da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Foi também abordado o interesse dos países na implementação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.Ainda, foi divulgado a conclusão do Centro de Formação Profissional na Guiné-Bissau, projeto de US$ 1,4 milhão, financiado pelo Brasil, e que possibilitará a formação técnico-profissional em áreas como construção civil e serviços.Lula reafirmou ao seu homólogo a disposição de continuar a promover uma política africana de raízes comuns, visões compartilhadas, no princípio da solidariedade e relacionamento próximo com os organismos regionais e continentais. O presidente Vieira esteve acompanhado da primeira-dama Isabel Vieira, e de uma delegação que incluía a Ministra dos Negócios Estrangeiros, Cooperação Internacional e Comunidades, o Ministro da Economia e Integração Regional e altos funcionários do Governo guineense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend