Faleceu Carlos Alhinho

Da Redação

Considerado o maior jogador de Cabo Verde de todos os tempos, Carlos Alhinho faleceu na sexta-feira 30 de maio, após um acidente num hotel em Angola. Ele preparava-se para assumir o comando técnico do 1º de Maio, e era considerado o futebolista cabo-verdiano do século XX pelo COI-Comitê Olímpico Internacional.

Alhinho foi vítima de um acidente num dos elevadores do Hotel Mombaca, em Benguela, e teria sofrido uma queda do 6º andar do hotel, segundo informações da Angop. Ele teria aberto a porta para entrar quando, na verdade, o elevador encontrava-se quebrado no térreo.

Após a queda, o antigo treinador do Petro Atlético de Luanda e do Atlético Sport Aviação-ASA levado para uma clínica, mas por falta de médicos foi transportado para o Hospital Central provisório de Benguela. Faleceu meia hora depois, por politraumatismo.

Aos 59 anos, Alhinho desenvolveu sua carreira de jogador profissional nas décadas de 70 e 80, tendo já representado Académica, Sporting, FC Porto, Benfica, Portimonense e Farense.

Havia conquistado três campeonatos nacionais pelo Benfica (2) e Sporting (1) e quatro Taças de Portugal: duas ao serviço do clube da Luz e outras duas pelo de Alvalade. Foi 20 vezes internacional por Portugal – 15 pela Seleção A, 3 pela Seleção B e 2 pela seleção de Esperanças.

Após encerrar como jogador no Portimonense e no Farense, continuou a carreira como treinador, e se destacou como selecionador de Angola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Send this to a friend