Em boom do setor do jogo, Macau ganha mais um cassino

Da Redação Com Agencia Lusa

O cassino MGM Grand Macau – fruto da parceria entre a MGM Mirage e Pansy Ho, filha do multimilionário do setor de entretenimento, Stanley Ho – abriu suas portas no mês de dezembro de 2007, com 385 mesas e 890 slot-machines.

O novo empreendimento, o 28º espaço de jogo da Região Administrativa Especial de Macau, está integrado a um complexo que inclui um hotel de 600 quartos, suítes e apartamentos, e possui 16 salas de jogo para grandes jogadores, apelidados pelo consórcio de "clientes preferenciais".

Com uma praça inspirada na arquitetura portuguesa em seu interior, o MGM Grand Macau tem 35 andares, espaços comerciais e centros de convenções e exposições, além de restaurantes. O complexo deve empregar aproximadamente 6 mil pessoas.

Para Pansy Ho, o MGM Grand Macau é o primeiro de "vários projetos" que a parceria prevê para Macau. O consórcio pretende também desenvolver um hotel-cassino na zona do CoTai, entre as ilhas de Taipa e Coloane, onde está implantando o The Venetian, o maior cassino do mundo.

O setor do jogo em Macau encerra novembro com receitas brutas de 7,3 bilhões de patacas (R$ 1,63 bilhão), 46% a mais do que novembro de 2006, disse à Agência Lusa uma fonte do setor. De acordo com a mesma fonte, entre janeiro e novembro, o saldo acumulado das receitas brutas fica em cerca de 74,7 bilhões de patacas (R$ 16,7 bilhões), 48,1% a mais do que no mesmo período de 2006.

Ao longo dos 12 meses de 2006, as receitas totais do setor do jogo em Macau – incluindo as lotarias e as apostas em corridas de cavalos e cães (não contabilizadas nos números relativos aos primeiros 11 meses do ano) – totalizaram 57,521 bilhões de patacas (R$ 12,857 bilhões).

A receita bruta de novembro registra, no entanto, uma forte queda na comparação com outubro, quando foram contabilizados 9,2 bilhões de patacas (R$ 2,06 bilhões).

Outubro foi um mês excepcional, com o mercado impulsionado pela visita de muitos chineses que aproveitaram o feriado do Dia Nacional (1º de outubro) para jogar nos cassinos de Macau.

A Sociedade de Jogos de Macau, de Stanley Ho, continua liderando o mercado e, em conjunto com o Las Vegas Sands, detém quase 70% das receitas brutas do setor.

O setor do jogo em Macau é explorado por três concessionárias e três subconcessionárias: Sociedade de Jogos de Macau, Las Vegas Sands, Wynn Resorts, Galaxy Resorts, MGM Macau e Melco/PBL – este último, um consórcio liderado por Lawrence Ho, também filho de Stanley Ho, e pelo magnata australiano James Packer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Send this to a friend