Dezoito instituições de Moçambique proibidas de admitir novos estudantes

Da Redação
Com Lusa

O Conselho Nacional de Avaliação de Qualidade no Ministério do Ensino Superior, Tecnologia e Ensino Técnico-Profissional de Moçambique proibiu 18 instituições de ensino superior de admitir novos estudantes este ano, por falta de docentes e de infraestruturas.

“As dezoito instituições estão com problemas de infraestruturas e corpo docente”, disse Ana Nhampule, presidente do Conselho Nacional de Avaliação de Qualidade no Ministério de Ensino Superior, Tecnologia e Ensino Técnico-Profissional, citada pelo diário Canalmoz.

Ana Nhampule adiantou que a interdição vai durar um ano, seguindo-se uma avaliação que vai ditar o levantamento ou não da proibição.

A decisão resultou de 120 visitas realizadas por inspetores do Ministério do Ensino Superior, Tecnologia e Ensino Técnico Profissional

Os estabelecimentos de ensino atingidas pela decisão têm de sanar os problemas detetados, incorrendo em sanções caso em caso de incumprimento.

As sanções incluem multas, suspensão de atividade letiva e encerramento.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: