Cultura caboverdiana em São Paulo

Da Redação

Entre os dias 26 e 27, no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, ocorreu o I Seminário Internacional de Estudos Cabo-verdianos, o primeiro evento do gênero no país, reunindo escritores, poetas e pesquisadores de Cabo Verde com a comunidade acadêmica da USP e professores convidados de outras universidades brasileiras.

Renomados escritores, poetas, artistas e pesquisadores caboverdianos foram esperados no evento para abordar a língua, história, música, literatura, cultura e arte crioula. As conferências, sempre seguidas de debates, foram coordenados por professores da USP, especializados em Literatura Africana.

Dentre os presentes foram esperados Vera Duarte (escritora e Ministra da Educação de Cabo Verde), Daniel António Pereira (historiador e Embaixador de Cabo Verde no Brasil), os poetas Tomé Varela da Silva, Corsino Fortes, Filinto Elísio e Mário Fonseca, as escritoras Fátima Bettencourt e Marilene Pereira. Em paralelo, esteve exposto no Anexo do MAC/USP pinturas do artista plástico e poeta caboverdiano Kiki Lima. Já no CINUSP, cinema universitário da USP, foi exibido documentários, vídeos e reportagens de temática caboverdiana. O I Seminário Internacional de Estudos Cabo-Verdianos, foi encerramento dia 28 no Museu da Língua Portuguesa, com diversas atividades abertas ao público: tocatina, apresentação de grupo de dança crioula, desfile de moda tradicional e contemporânea de Cabo Verde e sarau poético.

Ainda, na quarta-feira, 03 de dezembro, a Ministra da Educação, Vera Duarte, esteve visitando a Associação Caboverdiana, em caráter não oficial, acompanhada pelo Cônsul Aguinaldo Rocha. O encontro, na sede da associação, demonstra por parte do Governo de Cabo Verde, “apreço, carinho e simpatia por nossa comunidade” defende o presidente da associação José Augusto do Rosário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend