Brasília sedia encontro dos parlamentos de língua portuguesa

Foto: Evento reúne Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Edilson Rodrigues/Agência Senado

Da Redação
Com Agencia Senado

O Senado e a Câmara sediam o 1º Encontro de Quadros de Redação, Audiovisual e Arquivo, promovido pela Associação de Secretários-Gerais dos Parlamentos de Língua Portuguesa (ASGPLP). A abertura foi na segunda-feira (21), no Salão Nobre da Câmara, e as atividades prosseguem até sexta-feira (25), com participação de representantes de parlamentos de sete países.

Para o secretário-geral da Mesa do Senado, Luiz Fernando Bandeira, o encontro em Brasília traz aos parlamentos coirmãos oportunidade única de enriquecimento da atuação profissional.

“Redação legislativa e arquivística é um tema muito atual e pertinente, por dizer respeito a áreas fundamentais de nossa atuação” destacou.

Bandeira explicou, ao discursar para os visitantes, que no Brasil o Legislativo tem uma função diferenciada em relação a outros países. Além de produzir os documentos e proposições, tanto Câmara quanto Senado têm obrigação legal de arquivar os documentos oficiais. Isso os obriga a manter e gerir uma estrutura que se tornou ao longo do tempo altamente profissional, com expertise reconhecida em âmbito internacional.

O diretor-geral da Câmara e presidente da ASGPLP, Sérgio Sampaio, destacou a importância do encontro para estreitar os laços entre os países de língua portuguesa.

“Num encontro dessa envergadura, independente do porte e da estrutura de cada um, todos podem aprender bastante. É muito gratificante quando conversamos com os colegas de parlamentos de língua portuguesa da África e eles nos relatam que estão usando de procedimentos e métodos que aprenderam com a gente” realçou Sérgio, que participa de encontros da ASGPLP pela terceira vez.

Palestras
Após a cerimônia, os visitantes assistiram palestra sobre elaboração de documentos legislativos. A programação continua ao longo da semana, com exposições ministradas por profissionais da Câmara e do Senado. Também estão previstas visitas a diversos setores das duas casas, como redação, taquigrafia, diários, atas, arquivo e órgãos de comunicação.

A ASGPLP é constituída pelos secretários-gerais ou cargos equivalentes dos parlamentos de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. No encontro desta semana, apenas não puderam vir Moçambique e Guiné Equatorial.

Os objetivos da associação são promover a cooperação técnico-parlamentar comum, contribuir para a modernização das instituições parlamentares e facilitar o contato pessoal e institucional dos seus membros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend