Brasil e Timor Leste intensificam programas de cooperação

Mundo LusíadaCom agencias

José Cruz/ABr

BRASÍLIA >> Presidente do Timor-Leste, José Ramos Horta, e presidente Lula falam à imprensa na saída de almoço no Itamaraty, em Brasília.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve reunido, no dia 30 de janeiro, com o presidente do Timor-Leste, José Ramos Horta, no Palácio do Planalto em Brasília.

Logo após a cerimônia oficial de boas-vindas ao chefe timorense, Lula e o nobel da paz Ramos Horta iniciaram o encontro que discutiu relações bilaterais. Integraram acomitiva o Chanceler Zacarias Albano da Costa; o Secretário de Estado da Pecuária, Valentino Varela; e o Presidente do Comitê Olímpico de Timor-Leste, João Carrascalão.

Entre os destaques da reunião, a intensificação dos programas de cooperação, e a assinatura de um acordo de cooperação cultural, além da extensão, até 2010, do programa de formação de docentes por 50 professores brasileiros em Timor.

O Memorando de cooperação cultural prevê o intercâmbio de artistas e a realização de seminários e eventos culturais nos dois países. Assim como a criação de grupo de trabalho integrado por juristas brasileiros, com a finalidade de colaborar na elaboração de projetos de Código de Processo Penal Militar e de Código Penal Militar de Timor-Leste.

O Brasil e Timor desenvolvem intenso programa de cooperação em áreas essenciais para o país asiático como educação, justiça, segurança, saúde e formação profissional, divulga o Ministério brasileiro das Relações Exteriores.

Além destes, a partir de 2008 Brasil e Timor-Leste iniciam a terceira fase do projeto de formação e instrução da Polícia Militar timorense. Técnicos brasileiros deverão ser enviados à capital Díli para colaborar no programa nacional de distribuição de cestas básicas. De acordo com o Itamaraty, estão em discussão ainda projetos de cooperação trilateral, envolvendo ambos países e a Indonésia, nas áreas de reflorestamento e produção de alimentos em Timor-Leste.

O Brasil vem também cooperando com Timor-Leste no âmbito da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), nas áreas acadêmica e desportiva. Segundo o MRE, funcionários dos países da CPLP participam de cursos sobre negociações comerciais e sobre formação de diplomatas, promovidos pelo Instituto Rio Branco. O 1º curso para técnicos de futebol da CPLP também terá início em março, uma parceria entre o Ministério das Relações Exteriores, o Ministério dos Esportes e a Universidade de Brasília.

Ainda em Brasília, o presidente do Timor participou de uma conferência de Imprensa e almoço oferecido pelo presidente Lula. Dia 31, Ramos Horta viajou para o Rio de Janeiro. "Os dois presidentes enalteceram o profundo sentimento de amizade entre os dois povos, em decorrência de sua expressão lusófona comum e da herança cultural por eles compartilhada" traz o MRE.

Único país da Ásia e Oceania que tem o português como língua oficial, Timor se tornou independente em 2002. As primeiras eleições do país como Estado independente realizaram-se em 2007.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend