Angola foi o terceiro país que mais recebeu ajuda da China entre 2000 e 2014

Da Redação
Com Lusa

Angola foi o terceiro país que mais recebeu empréstimos e doações da China entre 2000 e 2014, angariando 17 mil milhões de dólares, e o quarto em número de projetos, com 110 iniciativas empresariais financiadas.

O novo estudo acadêmico ‘Ajuda, China e o Crescimento: evidência de novos dados sobre financiamento ao desenvolvimento global’, citado no site informativo Quartz Africa, olhou para os números de 138 países entre 2000 e 2014 para investigar “se e até que ponto a ajuda chinesa afeta o crescimento econômicos nos países” que recebem as verbas.

“Os nossos resultados mostram que para o recipiente médio, um projeto de Ajuda Oficial ao Desenvolvimento produz um aumento de 0,7 pontos percentuais no crescimento econômico dois anos depois de o projeto ser implementado”, lê-se no estudo consultado pela Lusa.

Os números sobre Angola mostram que esta economia lusófona foi o terceiro país a receber mais doações e empréstimos, ficando aquém apenas do Paquistão e da Rússia, com 24 e 37 mil milhões de dólares, respetivamente.

Em termos de números de projetos, Angola é o quarto maior destino de projetos chineses, tendo recebido 110 entre 2000 e 2014, e ficando atrás do Zimbabué, com 120, e do Paquistão e Camboja, com 121 e 168, respectivamente.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: