Angola aposta na paz e na reconstrução nacional

Neste cenário, a consolidação da paz, para as autoridades nacionais, é um processo irreversível. E é num quadro de paz e de solidariedade institucional que Angola mantém estreitas relações de amizade e cooperação com os países vizinhos.

As relações de Angola com a RD Congo, país com o qual tem extensa fronteira, evidenciam a atenção e o contributo que Luanda dá à estabilidade na região. A forma como o Governo solucionou recente incidente fronteiriço – na fronteira entre as províncias angolana da Lunda Norte e congolesa de Bandundo – confirma tal política. Em comunicado conjunto, os governos dos dois países destacaram que "à luz dos fatos verificados no terreno, não houve nenhuma modificação da fonteira comum" e manifestaram o seu engajamento quanto à "intangibilidade das fronteiras herdadas da colonização". A fronteira comum entre Angola e a RDC, traçada em 1922, tem uma extensão total de 2.511 quilômetros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend