Projeto em Santos resgata história a partir da visão de imigrantes portugueses

Salão Camoniano do Centro Cultural Português de Santos, que é ponto turístico na cidade litorânea, recebeu a apresentação do evento.

Da Redação

‘Voz dos Imigrantes – Portugal’ é o mais novo projeto do Programa Memória-História Oral da Fundação Arquivo e Memória de Santos (Fams).

A novidade foi anunciada durante evento no Salão Camoniano do Centro Cultural Português de Santos, no último dia 14.

O projeto tem como objetivo entrevistar imigrantes dos grupos mais representativos de Santos, num processo que se extende por 2019.

Inicialmente, será realizadas entrevistas com imigrantes portugueses ou seus descendentes, selecionados por meio de pesquisa e indicação das próprias comunidades portuguesas.

Posteriormente, também serão entrevistados espanhóis, italianos, sírio-libaneses, japoneses e afrodescendentes.
Para Sérgio Willians, diretor da Fams, os relatos servirão como banco de dados para o futuro.

“Esta vertente do programa resguarda toda uma carga histórica sobre o olhar dessas pessoas, imigrantes e descendentes, da construção da história de Santos. Nos depoimentos, será detalhada sua visão do cotidiano, memória afetiva de locais como o Centro Histórico, orla, escolas, comércios. É um banco de dados para pesquisas futuras sobre nossa história”.

No evento de lançamento da iniciativa, o público assistiu ao espetáculo do Coro Cênico Céu da Boca, da Secretaria de Educação, com encenação de ‘Todas as noites ouço que gemem as águas’, inspirado na literatura portuguesa, e direção de Iva Passos.

O Programa Memória – História Oral, da Fundação Arquivo e Memória de Santos, completará 15 anos em 2019. O programa já entrevistou mais de 300 pessoas que tiveram participação efetiva nas áreas artística, cultural, política, social e esportiva da Cidade do litoral paulista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend