Prêmio Portugueses de Valor 2018 distingue dez personalidades

Da Redação
Com Lusa

O prêmio Portugueses de Valor 2018, galardão instituído por um grupo de comunicação ligado às comunidades portuguesas no estrangeiro, distinguiu dez personalidades, a maioria emigrantes na França, e um padre residente em Lisboa.

A lista de dez premiados – escolhidos por um júri de entre um grupo de 100 nomeados, na iniciativa anual do grupo LusoPress que decorreu na Figueira da Foz – inclui sete emigrantes e um lusodescendente residentes em França, um emigrante nos EUA e o padre Delmar Barreiros, 80 anos, natural de Trancoso, que é conhecido como o Padre dos Emigrantes ou o Padre do Benfica.

A lista de galardoados, inclui ainda o lusodescendente Tiago Martins, diretor comercial de uma companhia de aviação, Suzette Fernandes, natural do Sabugal (Guarda) e ativista, na França, numa associação que fundou pelo fim das vacinas com alumínio, e o açoriano António Teixeira, emigrante nos EUA, país onde preside à Fundação Faialense.

A lista de premiados na iniciativa do grupo de comunicação sediado cerca de 20 quilômetros a sudeste da capital francesa inclui ainda Armindo Freire, natural de Pombal e gerente de uma empresa em que 90% dos funcionários são portugueses, Joaquim Barros, natural de Viana do Castelo e empresário do setor da construção na região de Paris, e Isabel da Ponte, engenheira, natural de Valença do Minho e a residir em França.

Os restantes três emigrantes em França premiados com o galardão Portugueses de Valor 2018 são o formador na área da hotelaria Victor Ferreira, natural de Lisboa, Luís Gonçalves, oriundo do concelho de Guimarães e empresário na área do aquecimento, e Henrique Costa, nascido no concelho de Ansião (Leiria) e empresário de telecomunicações.

A comitiva “Portugueses de Valor”, constituída por cerca de 150 pessoas, entre promotores do galardão, premiados, nomeados e familiares, foi hoje recebida na autarquia da Figueira da Foz pelo presidente da autarquia, João Ataíde, que classificou os emigrantes portugueses e os lusodescendentes como os “maiores embaixadores [de Portugal] em qualquer parte do mundo” e lhes pediu que fossem “embaixadores da Figueira da Foz”.

Na ocasião, João Ataíde apresentou à plateia as oportunidades de investimento neste município do litoral do distrito de Coimbra em áreas como a agroalimentar ou ligadas à floresta e economia do mar, entre outras, evidenciando igualmente os mecanismos da autarquia ao dispor de potenciais interessados, como o gabinete de apoio ao investidor, a incubadora de empresas ou o laboratório Marefoz, constituído em parceria com a Universidade de Coimbra.

O presidente da Câmara destacou ainda a indústria hoteleira e de lazer, nomeadamente as cerca de três mil camas disponíveis e equipamentos para a realização de reuniões e congressos e atividades ligadas ao surf, desportos de aventura e caminhadas “opções saudáveis que permitem uma estadia agradável”, frisou.

O autarca evidenciou ainda que no concelho residem cerca de 40 famílias francesas, número que “tem tendência para crescer” afirmou João Ataíde.

De acordo com os promotores da iniciativa, a comitiva “Portugueses de Valor” é recebida na terça-feira, em Lisboa, pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend