Ponte da Barca bate recorde do mundo com 667 a dançar o vira

Da Redação

Ponte da Barca queria colocar o Vira do Minho no Livro Guiness de Recordes, reunindo 545 pessoas a dançar a coreografia para bater a ilha açoriana do Pico, anterior detentora do recorde na categoria de folclore português.

Mas a resposta dos portugueses elevou o número de participantes para 667 folcloristas, e não só, reunidos na Praça da República em Ponte da Barca, para o recorde do mundo a dançar o vira minhoto, reunindo ranchos folclóricos do concelho e de vários pontos de Portugal a erguer os braços, bater as castanholas e dançar o vira.

Em julho de 2015, a ilha do Pico bateu o recorde da Maior Roda de Chamarrita do Mundo, um típico baile folclórico nos Açores, reunindo 544 “bailadores” no estádio municipal, uma iniciativa da Câmara Municipal da Madalena para dar a conhecer ao mundo as tradições locais.

Para entrar no Livro Guiness de Recordes, o Vira do Minho programou a iniciativa integrado no programa da Romaria de São Bartolomeu, que decorre até ao próximo de 24 no concelho do Alto Minho.

Além das rusgas populares, a romaria de São Bartolomeu inclui o cortejo etnográfico, bandas de música, tasquinhas, espetáculos de música popular, entre outros eventos.

Segundo o portal O Minho, para o recorde era preciso dançar durante cinco minutos, mas as 667 pessoas continuaram a dançar o vira depois desse tempo, perante o olhar atento do responsável do livro de recordes do Guinness.

O Vira é um gênero músico coreográfico do folclore português, dançado em várias regiões do país mas mais conhecido como característico do Minho.

Confira como foi esse momento:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend