Pe. Antonio Maria participa do aniversário do Clube

Mundo Lusíada

Mesmo depois de uma longa viagem e do cansaço, o padre Antonio Maria fez questão de participar do evento de 22 anos do Clube.

Após ter cantado com o público, o religioso fez uma oração no novo salão social e pediu a todos que acompanhassem a introdução da imagem dos três pastorinhos no Oratório N.S. de Fátima, na capela da entidade.

Para o luso-descendente, estar no clube é voltar às raízes. “É sempre muito importante estar neste clube, estar com esta família portuguesa, primeiro porque me faz voltar às raízes, eu me sinto em casa. É tão bom ver essa conservação da cultura, de tudo que faz o povo português ser um povo especial, a comida e as canções típicas, essas são as riquezas. Eu quero parabenizar o Clube de Portugal, por fazer com essas coisas estejam vivas sempre”.

Já que, segundo o padre, esquecer as raízes e os costumes é uma “pobreza imensa”. “Nós brasileiros ou portugueses, seja quem for, americanizar-se é uma tristeza, esquecermos a nossa própria língua, esquecermos a nossa religião, esquecermos os valores que nos passaram nossos avós. Então aqui é um banho de cultura, um banho de raiz, é uma maravilha”, diz. Papa no Brasil A respeito da visita do Papa Bento XVI ao Brasil, que acontece de 11 a 13 de maio participando de celebração de missa na basílica de N. Senhora Aparecida, o Pe. Antonio Maria acredita que a sua vinda será importante para o avivamento da fé. “É um presente muito grande nós recebermos o Papa porque com certeza naqueles dias em que o Papa estiver aqui, nós vamos ver mais notícias sobre as coisas boas de Deus e menos de crimes e roubos, falcatruas e violência. Então vai ser uma benção, ele vem para avivar a nossa fé”.

Além disso, o Papa vem para a abertura da Conferência Episcopal dos Bispos da América Latina e do Caribe, um evento tradicional da igreja católica. “É um momento muito importante em que a igreja se reúne para debater e responder assuntos importantes da América Latina” informa.

O padre Antonio Maria ainda não sabe se encontrará com o Papa no Brasil, até o momento acreditava que não. “Eu estou indo a Roma e a Terra Santa no dia 19. Estarei numa audiência geral com o Papa, quem sabe eu possa me aproximar, não sei, são presentes que Deus nos dá”.

Uma das apostas do Vaticano, com a viagem do Papa ao Brasil, é reverter a perda de fiéis católicos para outras religiões cristãs. Segundo divulgou a Folha de S.Paulo, nos últimos 14 anos o número de católicos passou de 83% para 67% dos brasileiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend