Museu Jóias da Natureza é inaugurado em São Vicente

No acervo de 500 peças, é possível encontrar algumas originárias de Portugal.

Por Ronaldo AndradeDe Santos, para Mundo Lusíada

 

Ronaldo Andrade

 

Inaugurado no dia 13 de dezembro, o Museu de Ciências Naturais Jóias da Natureza é uma das mais novas atrações turísticas e culturais de São Vicente e da Baixada Santista, com cerca de 2 mil visitas desde a sua abertura. Mais de 500 peças compõem o acervo do museu, entre elas algumas provenientes de Portugal.

O projeto, que conta com gestão e coordenação da Associação em Defesa da Saúde da Família (Adesaf), em parceria com a Prefeitura de São Vicente e a UniSantos – (Universidade Católica de Santos), tem a coordenação do curador e biólogo Paulo Matioli.De Portugal, é possível ver o fóssil do molusco (Pholas), originário do Campo dos Mártires, em Lisboa, a Chaetopleura angulata, da região do Algarve, e também a Neptunea contraria, proveniente dos Açores. O local tem uma sala de fluorescência, onde é possível observar, por meio de luz negra (fluorescente) as cores específicas de alguns minerais. Fósseis de animais e plantas, minerais, rochas, corais, conchas de moluscos são alguns dos itens que estão em exposição.

Uma das grandes atrações é o ovo de dinossauro da família Hadrossauro, proveniente da Bacia de Xixia, da província de Henan, na China, que possui 100 milhões de anos, segundo Matioli. “Ele tinha o maior sorriso da Pré-História, com 960 dentes na boca. É possível ver um exemplar da espécie no filme Jurassic Park, do diretor Steven Spielberg”. Outro destaque é o aquário interativo, onde é possível tocar em espécies vivas como estrelas, moluscos, pepinos-do-mar e também em ouriços.

Uma das atrações do aquário é a aplysia, molusco sem concha externa, que é chamada de “bailarina espanhola”, por ter seu nado parecido com a dança flamenca, expressão artística originária da região da Andaluzia, na Espanha. O museu também possui um aquário amazônico, que reproduz o Rio Negro, principal afluente do Amazonas, com animais provenientes dessa região. A dona-de-casa Erondina Santos Rangel, que visitava pela primeira vez o equipamento, ficou encantada com o local: “É maravilhoso ter na cidade um museu como esse”, afirmou.

Matioli declarou também que está desenvolvendo um projeto para a implementação de um museu semelhante em Santos, por meio da Secretaria de Turismo (Setur). “Minha intenção é instalar o museu na região da Zona Noroeste ou nos Morros”. A idéia está sendo estudada pela Administração Municipal.

Parte pedagógicaO museu também conta com um setor voltado à parte pedagógica, com o objetivo de proporcionar aos visitantes um conhecimento sobre diversos aspectos do planeta. Escolas públicas e particulares, instituições de ensino, grupos de terceira idade da Baixada Santista e também de outras regiões podem agendar visitas.

Cursos, palestras, campanhas ecológicas, vídeos temáticos, excursões monitoradas e oficinas de educação ambiental são algumas das atividades previstas no Espaço Gaia, como é chamado o local, que tem a coordenadoria da pedagoga Milena Matioli. Até julho, está em exposição um painel que mostra uma reprodução de rocha, com fósseis originais de peixes oriundos da Chapada do Araripe, que compreendem os estados do Ceará, Pernambuco e Piauí. Esse material foi doado pela Universidade de São Paulo (USP).

ServiçoO museu, localizado na Rua Frei Gaspar, 1.101, no Centro de São Vicente, fica aberto de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, e sábados e feriados, das 10 às 18 horas. O telefone é (13) 3329 – 7960. A entrada é gratuita. Mais informações podem ser obtidas com Paulo Matioli, pelo telefone (13) 9167-5775, e com Milena, pelo número (13) 9167-5790. Email: [email protected]

.

5 Comments

  1. Conheci este jornal no Mercado Aldeias-Santos e decidi enviar este pedido: faleceu em 08/06/2011, na cidade de São Vicente/SP, o cidadão português MANUEL JOSÉ BATISTA DE ANDRADE, nascido em 19/02/1937 na freguesia de São Vicente – Funchal, Ilha da Medeira, sem deixar esposa ou descendentes. O falecido deixou bens de razoável valor que estão aos meus cuidados. Sabe-se que era o terceiro de nove irmãos, e que recebeu correspondências de JOÃO BATISTA DE ANDRADE (Sítio das Ginjas, freguesia de São Vicente, correspondência de 1.981), de TEODORA SOUZA ANDRADE (Beco da Escola, 4.ª porta à direita, Quinta do Leme – Santo Antonio – Funchal, correspondência de 1.982), e de ANGELA BATISTA ANDRADE PONTES, correspondência de 1.978. Foram enviados telegramas aos endereços conhecidos, sendo que somente aquele enviado para Angela obteve resposta indicando que havia falecido.
    Portanto, peço que este prestimoso representante da comunidade portuguesa me auxilie na divulgação do fato a fim possibilitar a localização dos irmãos do falecido para que venham receber a herença. Ao que se sabe, o falecido não deixou dívidas. JAIRO RIBEIRO ROCHA

    1. Buenas noches Senor Jairo Ribiero Rocha, mi nombre es Luz Fernanda Espiritusanto y soy la hija de un sobrino del Senor Manuel jose Batista de Andrade nacido el 2/19/1937 en la isla de Medeira. Mi padre es hijo de la hermana de Manuel llamada Fernanda Batista de Andrade nacida en Diciembre 23, 1932. He estado buscando a mis familiares por anos hasta que di con su publicacion via esta pagina web. Favor de escribirme a mi correo [email protected] o al 585-802-9879. Mil gracias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend