Em 15 anos, 170 mil brasileiros conseguem cidadania europeia

Da Redação
Com EBC

Segurança para andar nas ruas, perspectiva de renda, estabilidade e livre circulação foram motivos que fizeram os brasileiros Thiago Heluy, de 37 anos, e João Veiga, de 21, requisitarem a cidadania portuguesa nos últimos dois anos. Agora, ambos vivem no país e fazem planos na Europa.

Os dois fazem parte do grande número de brasileiros que buscam cidadania no Velho Continente. De 2002, quando o Serviço de Estatística da União Europeia (Eurostat) começou a contabilizar dados continentais, a 2017, o número de cidadanias concedidas aumentou mais de 800%.

Enquanto 2.422 brasileiros obtiveram uma segunda nacionalidade europeia em 2002, por descendência, tempo de residência ou casamento, em 2017 foram 22.503.

Nesses 15 anos, 170.187 brasileiros obtiveram cidadania de um dos 33 países europeus analisados, dos quais a maioria integra a União Europeia.

O número de brasileiros que receberam uma cidadania europeia saltou 152% somente entre 2007 e 2008. Até então, a Alemanha era o país que mais aprovava pedidos, e foi aí que Portugal passou a liderar os casos.

Portugal foi responsável por 32% do total de cidadanias concedidas entre 2002 e 2017, seguido por Itália (17,8%), Espanha (15,63%) e Alemanha (7,83%). Juntos, esses países concentraram cerca de 75% dos casos.

Os vistos emitidos pelos serviços consulares portugueses no Brasil aumentaram 163% em quatro anos, de 2014 para 2017, segundo o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro.

Só em SP neste ano, o Consulado-Geral de Portugal em São Paulo, maior cidade do país, recebeu de janeiro até ao início de maio 1.974 pedidos de visto de brasileiros interessados em viver em Portugal.

Diante da grande demanda, no final do mês de março, o Governo de Portugal abriu um novo serviço para receber pedidos de visto que é executado dentro de um centro de atendimento da empresa privada VFS Global, na zona oeste da cidade de São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend