Cultura portuguesa é exaltada em sessão solene de Santo André

A solenidade é realizada na cidade do ABC Paulista desde 1986, inicialmente proposta na época pelo vereador Pedro Cia. A partir de então, a cada ano um vereador toma a frente para promover a mesma sessão, mantendo esta tradição na Câmara Municipal de Santo André.

Por Odair Sene

Com propositura do vereador Paulinho Serra, a comunidade portuguesa no ABC foi homenageada numa sessão solene, em 19 de abril, comemorativa ao Dia da Comunidade Luso-Brasileira.

A solenidade é realizada na cidade do ABC Paulista desde 1986, inicialmente proposta na época pelo vereador Pedro Cia. A partir de então, a cada ano um vereador toma a frente para promover a mesma sessão, mantendo esta tradição na Câmara Municipal de Santo André. “A data coincide com a data do Descobrimento do Brasil, no Estado como um todo já existe esta comemoração” afirmou o orador oficial da sesão, Paulinho Serra, que é descendente de portugueses.

“Eu tenho descendência portuguesa de segunda geração. Meu avô nasceu em Viseu, e sempre abordamos este aspecto da proximidade. Além disso, abordamos os aspectos culturais coincidentes trazendo a importância da convivência harmonioza, porque isso ajuda com certeza a Portugal mas muito mais o Brasil. Nós temos mais a aprender com eles do que eles com a gente” diz Paulinho Serra.

O vereador citou ainda homenagens mútuas entre a cidade brasileira e cidades portuguesas, como uma das mais jovens em Portugal, que se chama Vila Nova Santo André, que foi elevada a cidade em 2003, ou “a lagoa mais bonita de Portugal, tem o nome de Santo André”, que fica no Distrito de Setúbal. Também na cidade brasileira, citou uma das aveninas principais da região, chamada Av. Portugal. “Essas homenagens mútuas se dão pela valorização que ambos tem um com o outro” relata.

“Temos uma ligação muito próxima com a comunidade. Este é o sexto ano consecutivo que comemoramos a data”, diz Paulinho Serra, informando que diversos vereadores já quiseram participar. “Isso nao é problema na casa, o importante é fazer a comemoração, e com bastante orgulho fazemos. Outros vereadores virão e a tradição será mantida”.

Durante o seu pronunciamento, o secretário de Obras e Serviços Públicos, Alberto Rodrigues Casalinho, elogiou a cultura portuguesa, dizendo que está totalmente enraizada no Brasil pois é a única que não tem qualquer tipo de rejeição, a começar pelo idioma. Destacou ainda a comunidade sendo mais forte no Rio de Janeiro e São Paulo, concentrando cerca de 90% dos portugueses que vivem no país. “É uma comunidade totalmente integrada no Brasil” citou Casalinho, que esteve representando o prefeito da cidade, Aidan Ravin.

A Casa de Portugal do Grande ABC, atualmente presidente por Paulo de Freitas, também foi citada durante o encontro como uma referência. “É um orgulho para a cidade sediar essa verdadeira referência da comunidade luso-brasileira. Para nós é motivo de muita satisfação” afirmou Paulinho Serra.

A Banda Lira, de Santo André, fez a execução dos hinos de Brasil, Portugal e Santo André. A mesma banda voltou ao plenário, durante a solenidade, para apresentar uma seleção de música portuguesa, ao comando do maestro Glauricio Cipriano.

Uma confraternização nas dependências da Câmara Municipal encerrou a noite.

Na formação da mesa

O vereador Ailton Lima, o presidente da mesa Paulinho Serra, o secretário de Obras e Serviços Públicos, representando o prefeito da cidade, Alberto Rodrigues Casalinho, Ailton Lauriano Jr. em representação ao deputado Arnaldo Faria de Sá, o presidente do Memorial da América Latina, Fernando Vasco Leça do Nascimento, vice-presidente da Casa de Portugal do ABC, Paulo Augusto de Freitas, e a presidente do Elos Clube do Grande ABC, Marcia Maria Rodrigues.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: