Com Vindima, J.Santos comemora “casa cheia” no primeiro evento do ano em Campinas

Confira as fotos do primeiro evento de 2019 na Galeria de Imagens >>

Por Odair Sene

A Casa de Portugal de Campinas realizou seu primeiro evento de 2019 no domingo dia 10 de fevereiro na sua sede em Campinas. Com casa cheia, foi a animada “Festa da Vindima”, com apresentação do Rancho Folclórico da entidade, para alegria do presidente Jota Santos, dizendo que a casa começa bem o ano.

“Graças a Deus, um evento que não há um só lugar vazio, isso já no primeiro evento do ano, então é uma grande satisfação para qualquer presidente de qualquer entidade, e no nosso caso mais ainda porque todos sabem das dificuldades dos portugueses de terem este tempo para comparecer em um evento, porque tem seus comércios, tem que trabalhar na padaria, no bar, nos seus restaurantes, assim como eu. Então é uma felicidade muito grande em ver a Casa de Portugal de Campinas abarrotada de gente, e eu tenho uma satisfação tão grande que não sei expressar, não consigo falar da gratidão que tenho que ter com esse povo presente aqui, essas pessoas deixam suas residências, deixam de almoçar com a família para vir aqui na Casa de Portugal”, disse ele demonstrando gratidão.

Conforme Jota Santos, esse “sucesso” e essa adesão toda dessas pessoas, para estarem neste almoço, não é atoa porque a Casa de Portugal é uma referencia entre as casas regionais no Estado de São Paulo. “Eu sei disso porque ando por todas as casas portuguesas (e não estou aqui desmerecendo ninguém não) muito pelo contrário, acho que cada um faz o seu melhor, cada um faz seu trabalho e faz o melhor possível, com o que tem nas mãos, e eu tenho a satisfação de ter a Casa de Portugal lotada em todos os eventos, é fantástico”, disse.

Neste domingo, no primeiro evento do ano se promoveu na entidade a tradicional “Festa da Vindima”, mas sem “colheita das uvas”, a casa optou por disponibilizar o produto como sobremesa (em dois tipos), de grande qualidade por sinal, muito doces, e que foi motivo de muitos elogios. E para manter o ambiente festivo da Vindima, com protocolo aos cuidados do vice Pedro Peixoto, a entidade exibiu em telões, vídeos mostrando as colheitas feitas em Portugal com a vindima e todo o processo de vindimar (processo desconhecido por muitos) e a casa resolveu então, em vez de montar a parreira toda no palco e fazer aquela colheita, exibir os vídeos e depois de uma boa comida, as melhores uvas para valer muito a pena para quem compareceu.

Segundo Jota Santos, depois das uvas na sobremesa, aí haveria a melhor atração, que foi a apresentação do Rancho numa exibição aplaudidíssima pelo público. “É uma atração [o folclore] e como se sabe, em Portugal depois das vindimas, o que tínhamos: bailarico (isso não poderia faltar) e é isso a nossa programação para alegria de todos.”

Entre o público na casa esta tarde esteve o presidente do Lar da Provedoria, Oscar Ferrão, como também o Cônsul Adjunto do Consulado Geral de São Paulo, Hugo Gravanita e amigos da imprensa local (de Campinas) que estão sempre presentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend