Centro Cultural Português de Santos homenageia entidades co-irmãs no Dia de Portugal

Por Odair Sene

 

O Centro Cultural Português de Santos realizou uma solenidade no dia 08 de junho, como parte da comemoração ao Dia de Portugal (que aconteceu no dia 10) com o objetivo de prestar homenagens às entidades luso-brasileiras da Baixada Santista.
Para o programa Portugal e Sua Gente, da TV Portuguesa, o presidente do Centro Cultural português de Santos José Duarte de Almeida Alves disse que a data é muito importante, que o dia 10 de Junho foi instituído a partir da morte do poeta Luís Vaz de Camões.

“Nós, a Diretoria e o Conselho Deliberativo, em boa hora, resolvemos homenagear as entidades que promovem a cultura e a língua portuguesa na Baixada Santista, e hoje uma lista de entidades vão receber a homenagem com a ‘Medalha de Mérito Comunitário’, é a primeira vez que a entidade institui este tipo de homenagem e deverá ser mantida nos próximos anos”, referiu o presidente.

Entre autoridades presentes nesta noite esteve o prefeito do município, Rogério Santos, também o responsável do escritório Consular em Santos, José Augusto do Rosário, e vários líderes associativos ligados às associações da Baixada.

O protocolo da solenidade esteve a cargo de José Octávio de Souza, que é o 1º diretor cultural do Centro Cultural.
Quem também falou na solenidade como orador inclusive, foi o diretor de relações públicas do Centro Cultural, João Batista Rodrigues, que discorreu um pouco sobre a navegação portuguesa os desbravadores que foram descobrindo novos mundos para Portugal durante séculos até a chegada ao Brasil há 524 anos.

“Para mim é uma satisfação muito grande estar com vocês nesta noite, uma noite muito especial na qual celebramos o 10 de Junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, e quando eu falo de Portugal eu falo com muito carinho porque é um país que eu tenho uma descendência por parte do meu bisavô que nasceu na cidade do Porto, e eu tive oportunidade de morar em Portugal durante 9 anos e conheci de Norte a Sul e até a Ilha da Madeira”, disse ele que estava presente com a esposa Márcia.

Destaque ainda no evento para a fala do presidente da Beneficência Portuguesa de Santos, e vereador na cidade, Ademir Pestana que disse ter se recordado que a instituição que preside serviu lá no seu início como um “suporte para os imigrantes que chegavam em Santos”, tendo portanto uma função acolhedora importante para o emigrante, revelando assim que a Benê não foi inicialmente uma instituição criada, exclusivamente, para atendimento da saúde.

Entre vários outros depoimentos, o prefeito do município Rogério Santos disse ser muito importante o reconhecimento da homenagem prestada às entidades portuguesas porque todas as entidades valorizam a cultura: “e a cultura é algo muito importante, e cada vez mais tem que ser valorizada porque se fala muito em mudar o nosso país, e o país não vai mudar pela economia, pela política, nem pela ciência, nosso país vai mudar pela cultura porque a cultura é dinâmica, se renova, e nós não podemos deixar a cultura se perder”, disse ele valorizando os arranjos folclóricos, a música, a cultura tradicional como sendo fundamental, e como sendo algo a ser resgatado neste nosso país.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: