Casa de Portugal do ABC recebe vinícola do Douro para degustação de vinho

Por Odair Sene
Mundo Lusíada

Evento Degustação de vinho deve se repetir na casa. Foto: Mundo Lusíada
Evento Degustação de vinho deve se repetir na casa. Foto: Mundo Lusíada

A Casa de Portugal do Grande ABC abiu as portas para uma degustação de vinhos portugueses. Uma noite diferenciada com jantar e degustação para mostrar mais da gastronomia portuguesa foi realizada pela primeira vez na entidade com sede em Santo André.

Tiago Soares, representando a Quinta do Crasto, um dos principais produtores portugueses da região do Douro, esteve participando do evento. “É uma vinícola que tem suas primeiras documentações históricas em 1615, está nas mãos da atual família já na quinta geração. Foi o grande Constantino Ferreira, que morou aqui no Brasil, quando voltou para Portugal se apaixonou pela região do Douro e pela Quinta do Crasto em especial. Comprou a quinta e está nas mãos da família dele desde então”.

Segundo Tiago Soares, a quinta produz cerca de um milhão de garrafas por ano, e tem o Brasil como principal mercado de exportação, já há dois anos. Os produtores portugueses contam com apoios na promoção, sendo o “grande esforço” para exportação feita pela própria vinícola.

Seu vinho Vinhas Velhas, que vem sendo avaliado pela crítica especializada já há 7 anos com altas pontuações, foi a estrela da noite no ABC Paulista.

Na Quinta do Crasto são produzidas anualmente diversas categorias de Vinhos do Douro, Vinhos do Porto e Azeites. Situada na margem direita do rio Douro, entre a Régua e o Pinhão, a Quinta do Crasto, é uma propriedade com cerca de 130 hectares, dos quais 70 são ocupados por vinhas.

O presidente da casa Paulo Freitas falou ao Mundo Lusíada sobre a importância de promover a cultura e gastronomia portuguesa. “Na Casa de Portugal vamos fazer degustação de vinho português para divulgar as coisas portuguesas. É um evento que para ser elaborado demora um pouco, é um preço elevado, temos que conhecer as pessoas que gostam de degustar vinho. Aqui é uma degustação com jantar, algo mais restrito. Hoje temos 35 pessoas aqui que é o número ideal para fazermos uma degustação”.

Segundo Freitas, a entidade pretende prosseguir realizando este tipo de evento, sempre unindo vinho português e gastronomia especializada. Para o jantar, as senhoras do departamento feminino da Casa de Portugal prepararam uma Vitela assada com batatas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: