Bacalhoada na Casa de Portugal de Praia Grande reúne 400 convidados

Por Ronaldo Andrade
Para Mundo Lusíada

Mantendo a tradição, a Casa de Portugal de Praia Grande organizou mais um belíssimo evento, realizado no dia 27 de outubro, na intitulada festa ‘Bacalhoada’, reunindo cerca de 400 convidados que puderam degustar o delicioso bacalhau ao forno, além da apresentação musical de Wilson Mendonça e da cantora Marron.

A farta mesa foi uma atração à parte, já que além do citado prato foram oferecidos bacalhau frito e filé mignon, arroz, batata, grão de bico, verduras, legumes, salpicão, chouriço, bolinho de bacalhau e caldo verde, como também os tradicionais doces da gastronomia lusitana.

O presidente da Casa de Portugal de Praia Grande, Reinaldo Gomes da Silva, enfatizou o apoio recebido por empresários, diretores, associados e munícipes para a organização da festa, que tanto contribuem para que todos os eventos realizados pela entidade sejam bastante procurados, hajam vista que os convites logo se esgotam, além da procura de pessoas à porta, ávidas à procura de mais bilhetes, confirmando o sucesso da Bacalhoada.

Ao lado da esposa Denise e dos filhos Reinaldo e Renata, a família trabalha incansavelmente durante todos os eventos para que tudo saia de acordo, com a preocupação de que os convidados fiquem satisfeitos, especialmente quando há apresentações do Grupo Folclórico, um dos estandartes da entidade, dirigido pelo ensaiador Edmar da Gama Ferraz, conhecido por Cacá.

Atualmente o grupo possui 50 componentes, e proposta de variar os estilos nas apresentações, com características originais, numa autêntica volta a Portugal.

Eleições

No evento o presidente também falou sobre as eleições na entidade, que acontecem no dia 27 de novembro.

Ao final do seu terceiro mandato – desde 2006, além de um curto período na década de 90 – ele afirma que não irá concorrer, mas que independente de possuir cargo, o amor que nutre pela Casa de Portugal de Praia Grande sempre fará com que esteja ligado à associação, que comemorou 30 anos de fundação em 2012: “Sou o sócio número 15, aqui conheci minha esposa, aqui meus filhos cresceram”, disse o imigrante nascido em Arouca, que completou em setembro 41 anos de sua chegada ao Brasil, e que após muito esforço e trabalho se transformou em destacado empresário da construção civil, contribuindo com o desenvolvimento do município praiagrandense e valorizando a comunidade luso-brasileira da Baixada Santista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend