Associações de imigrantes em Portugal recebem apoio de 200 mil euros

Casa do Brasil de Lisboa.

Da Redação
Com Lusa

Vinte e uma associações de apoio aos imigrantes, espalhadas por Portugal, vão receber cerca de 200 mil euros no âmbito do Programa de Apoio ao Associativismo Imigrante, que pretende ajudar projetos sobre acolhimento, diversidade ou mérito.

Em comunicado, o Alto Comissariado para as Migrações adianta que o Programa de Apoio ao Associativismo Imigrante (PAAI) vai apoiar 65 atividades.

Elas são de 21 associações de imigrantes de todo o país e ilhas, divididas em três áreas: “Acolhimento e Integração”, “Valorização da Diversidade” e “Reconhecido Mérito”.

Dentro destas áreas, há iniciativas ao nível do Apoio Psicossocial, Formação e Inserção Profissional, Saúde e Prevenção e Luta Contra a Mutilação Genital Feminina, entre outras.

O ACM explica que este programa só tem em consideração as associações reconhecidas por este organismo.

Entre as quais a Associação dos Amigos da Mulher Angolana, a Solidariedade Imigrantes, a Associação de Imigrantes de Gondomar, Casa do Brasil de Portugal, Estrela da Lusofonia, Centro Cultural Moldavo, Associação Balodiren, entre muitas outras.

Os protocolos foram assinados na tarde do dia 19, na presença da secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro, no Centro Nacional de Apoio à Integração de Migrantes, em Lisboa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend