Almoço selou geminação entre cidades de Santos e Lousã

Assinatura do acordo na Prefeitura de Santos. Foto Christ Jauch

Por Odair Sene

Em 17 de março, um almoço na Portuguesa Santista selou a geminação entre a cidade de Santos e a portuguesa Lousã, encerrando a cerimônia protocolar com presença da comitiva portuguesa no Brasil.

A Câmara de Lousã e a Prefeitura de Santos assinaram um termo de compromisso, em 15 de março, em Santos, com a presença da comitiva de Lousã, com seus representantes, como de representantes do poder público santista e da comunidade portuguesa.

O almoço realizado na Portuguesa Santista representou o lado luso brasileiro desse protocolo, o presidente da Portuguesa, seus diretores e outros líderes envolvidos neste processo recepcionaram a comitiva e todos os lousinenses que foram ao evento, que teve apresentação do Grupo Folclórico da entidade. Um encontro ainda aconteceu no dia 18 no Consulado de Portugal em São Paulo, entre a comitiva portuguesa, da comunidade com o Cônsul Paulo Nascimento.

Quem falou ao Mundo Lusíada foi o vereador de Santos, Bruno Orlandi, um dos intermediários da iniciativa. “Essa ideia nasceu de uma conversa entre o Alexandre Antunes, Emerson Coelho e Armando Henriques Lopes, para que a gente pudesse fazer a geminação de Lousã com Santos, porque aqui temos muitos descendentes portugueses, em especial da cidade de Lousã. Fizemos essa interlocução, conversamos com o governo de Lousã, com o governo de Santos, e nasceu essa irmanação”, descreveu ele que é ligado também à comunidade luso santista.

Como existem vários exemplos de geminação feitas entre cidades brasileiras e portuguesas, ao longo dos tempos, que não avançaram concretamente para nenhum benefício às cidades, o vereador Bruno Orlandi garante que neste caso a iniciativa pretende seguir com acordos bilaterais que trarão sim benefícios para as duas cidades.

“A ideia agora é que possamos providenciar intercâmbios culturais, trazer para cá questões envolvendo a cidade de Lousã, levar questões envolvendo a cidade de Santos, para que essa geminação possa gerar frutos para os dois municípios, e que possamos crescer juntos. Afinal de contas, tudo o que já foi feito até agora teve a participação de ambos, e agora tornamos oficial para que a gente possa avançar ainda mais nessa parceria”, disse.

O vereador acha que este tipo de protocolo deve buscar e realizar intercâmbio cultural, eventualmente de tecnologia, variando a vocação de cada cidade, aquilo que cada cidade tem de vocação, trazer bons exemplos para Santos, “da mesma maneira que levamos aquilo que Santos tem de melhor para essas outras cidades irmãs, contribuindo sempre mutuamente para o engrandecimento das duas cidades”, referiu.

O evento contou com um breve protocolo a respeito da geminação, com pronunciamentos do vereador Bruno Orlandi, do presidente da Câmara de Lousã, Luís Miguel Correia Antunes como do presidente da Portuguesa Emerson Coelho, do José Augusto do Rosário e do Cônsul Adjunto do Consulado, Hugo Gravanita, no instante que aconteceram várias trocas de mimos entre os visitantes e os luso santistas.

O presidente da Câmara de Lousã, agradeceu ao vereador Bruno Orlandi, ao Armando Henriques Lopes, e Alexandre Antunes, num reconhecimento dos responsáveis e agora “amigos” pelo protocolo. E de forma especial também agradeceu toda a colaboração do presidente da Portuguesa Emerson Coelho, desejando sucesso à Associação Atlética Portuguesa.

Ele ainda fez um reconhecimento especial aos jovens do folclore da Portuguesa, que disse conhecer bem como é uma tarefa difícil, “fazem esse esforço e com esta dedicação, para preservar nossa tradição, memória e etnografia”, disse.

Luis Antunes ainda citou o Centro Cultural Português de Santos, que pode visitar pela manhã, como reconhecimento do que é importância material e imaterial daquela obra e sua presença nesta comunidade. “Penso que retrata muito daquilo que é a presença dos portugueses aqui na região de Santos, meu cumprimento e meus parabéns pelo trabalho desenvolvido”, disse agradecendo a presença do cônsul-adjunto do Consulado Hugo Gravanita, nas deslocações à Santos.

O presidente da Câmara de Lousã esteve em Santos acompanhado de dois empresários lousanenses, de áreas diferentes. Segundo ele, o acordo tem vários objetivos importantes, que não só desenvolver relações sociais, culturais e econômicas.

“Penso que tem dois objetivos que são ainda mais importantes, o primeiro objetivo que é homenagem aos lousanenses que desde 1864 vieram para a região santista procurar novas condições de vida”, disse citando como homenagem o primeiro lousanense que chegou a Santos em 1864, João Antunes, durante a cerimônia na Prefeitura de Santos. “E temos a honra de termos aqui como seus descendentes, o seu bisneto, o seu trineto com quem partilhei já muitos momentos na Lousã. E por isso, este acordo de geminação é uma homenagem a todos os lousanenses que aqui construíram suas vidas. Não só na procura de melhores condições de vida para si e seus familiares, mas contribuindo para o desenvolvimento desta comunidade”.

A marca dos lousanenses em Santos é “muito significativa” na cidade, definiu, citando áreas na educação, saúde, desporto. Outro objetivo do acordo é ainda o “reforço de laços entre todos nós”, defendeu Antunes. “Aqueles que já têm laços com Lousã, que os possam reforçar. Aqueles que não tem, a partir deste momento, se sintam mais motivados em termos pessoais, coletivos, estamos muito motivados que essa relação seja ainda mais intensa de lá para cá e cá para lá”, disse finalizando com abraços de “saudade e admiração” de familiares que ficaram em Lousã.

“Tínhamos consciência dessa importância, mas nos últimos tempos, desde que foi pública a nossa vinda e assinatura do acordo, tivemos ainda mais consciência do significado por todos os contatos pessoais, por todos que se manifestaram nas redes sociais, de grande ligação entre os lousanenses que estão cá e os familiares na Lousã. Este acordo tem também este sentido, de abraçar essas duas comunidades”, encerrou colocando Lousã a disposição para visitar, morar ou investir.

Além da apresentação do Rancho Folclórico da Portuguesa Santista, e um almoço típico português, o evento também contou com finalização ao melhor estilo brasileiro, uma roda de pagode e samba da Banda do Lindinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend