A super festa de 61 anos de fundação da Casa de Portugal de Campinas

Por Odair Sene

A Casa de Portugal de Campinas, absolutamente cheia, realizou em 16 de março seu evento comemorativo de 61 anos de fundação com um grande jantar (bacalhau assado na brasa), com show de “Fados Bossa Nova” participação especial da cantora luso brasileira Fátima Fonseca, e no acordeom o Chico Fernandes. A parte artística foi fechada com show da Banda Stars In Concert (ao vivo).
A entidade recebeu visitas importantes, como do Cônsul Geral de Portugal em São Paulo, Paulo Nascimento (pela primeira vez na casa), esteve também o presidente do Conselho da Comunidade de São Paulo, Dr. Manuel Magno Alves, do Sr. Fernando Carvalho, diretor da AICEP em São Paulo, além de ex-presidentes da casas e representantes de casas co-irmãs, como da Casa dos Poveiros Lino Lage com a esposa Alice Lage, da Comunidade Gebelinense o Sr. Antonio Loureiro com a esposa Emília Fitas Loureiro e os amigos Albino e Verônica Vieira, o Raul Neves Pereira e esposa (da Tocata Cá Te Quero).
Falando ao Mundo Lusíada o presidente Jota Santos disse que, em seu modo de pensar, “tudo que é bom devemos repetir”, se referindo a Banda Star InConcert que estiveram na casa recentemente, foram muito elogiados e retornaram para nova apresentação na festa de aniversário. A outra atração foi a cantora Fátima Fonseca, que ele viu um vídeo, depois foi assistir um show em São Paulo e só depois a trouxe para cantar.
“Ela tem uma presença de palco muito boa, uma voz muito boa, canta ‘fado-bossa nova’ e eu também queria ver isso, tem os arranjos do Chico, enfim eu me encantei com ela também”, disse Jota Santos dando a conhecer a programação de aniversário da casa no jantar de 61.
No entanto o incansável presidente (que vem fazendo um grande trabalho frente à entidade) diz que a melhor programação que a casa pode ter, é o povo – seus convidados estarem felizes e contentes em estar ali, “num cantinho português dentro da cidade de Campinas, que é nossa Casa de Portugal, isso é que é comemorar, é estarmos juntos e felizes com o que acontece nesta noite”, disse o animado Jota Santos que comanda a Casa e faz questão de dar um destaque especial para a culinária cuidada com muito cuidado pela sua esposa Isabel Lopes.
“Você sabe, todas as festas eu quero ser melhor, e cada festa vai acontecer algo diferente, estamos repetindo aquele bacalhau assado na brasa que todo mundo ‘babou’ na festa passada, e estamos repetindo isso com um requinte a mais, e é isso, quando eu assumi a presidência da casa, bati em dois pontos, na cultura e na gastronomia. Temos uma certa dificuldade de trazer cultura portuguesa para a cidade de Campinas, mas a gastronomia, é comigo mesmo, e temos que dar ênfase, temos que falar de quem merece, que é o caso da Isabel, tenho que ser justo, ela é meu braço direito, meu braço esquerdo, meu peito, minha cabeça, enfim, me sinto muito feliz com ela ao meu lado”, elogiou.
Marcando sua passagem na presidência como um dos maiores gestores da casa nesses 61 anos de fundação, Jota Santos tem pouco mais de um semestre para terminar sua vida de dirigente à frente da Casa de Portugal. Segundo ele, vai deixar a casa numa situação (como nunca esteve) “nadando de braçada” e entendendo que isso deva facilitar muito a vida do próximo presidente.
“Quero deixar uma condição muito boa para o próximo presidente. Quero que ele faça também uma grande gestão. Quero que faça melhor do que eu. Que ele seja muito mais útil à Comunidade Portuguesa de Campinas do que eu fui”, diz – modestamente – o presidente que tem seu trabalho reconhecido pela frequência de público da entidade, todos os eventos desde sua chegada ao comando estiveram lotados, muitos (a maioria) com lugares esgotados com bastante antecedência. “Mas quero sinceramente que venha alguém para fazer ainda mais e melhor, torço por isso de verdade”.

Cônsul pela primeira vez na casa
O Cônsul Paulo Nascimento, que esteve pela primeira vez na entidade, falou ao Mundo Lusíada ter ficado “impressionado” com a expressividade da Casa de Portugal, elogiou o associativismo que se reflete (por estar a casa cheia) neste evento de aniversário.
“Gostaria de deixar uma mensagem para a Casa de Portugal, de encorajamento no sentido de poder continuar a levar avante a sua missão de agregar os portugueses da cidade de Campinas e região que é tão importante, tão dinâmica em termos econômicos, e por isso é também importantíssima para o relacionamento entre Portugal e o Brasil, particularmente com o Estado de São Paulo”.
Durante o evento teve um breve protocolo organizado pelo vice Pedro Peixoto, e no momento que o presidente Jota Santos falou aos presentes, especialmente para agradecer a todos que prestigiaram a festa de aniversário. Instante também que a casa exibiu nos telões uma homenagem aos presidentes que passaram pela casa, terminando com o Jota Santos. Todos muito reconhecidos e aplaudidos pelo público. A iniciativa foi para valorizar o que eles fizeram pela casa ao longo dessas mais de seis décadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend