464 Anos de Santo André marcado com prefeito descendente de portugueses

Por Odair Sene

Em 08 de abril, aconteceu a solenidade anual em homenagem ao fundador português João Ramalho, promovida pela Prefeitura de Santo André com apoio da comunidade portuguesa local. Conta a história que João Ramalho se casou com a índia Bartira, filha do cacique Tibiriçá, dando assim início a uma das maiores cidades da região do ABC Paulista.
A solenidade deste ano foi iniciada com o prefeito Paulo Serra e a primeira-dama, presidente do Núcleo de Inovação Social, Ana Carolina Barreto Serra. Diversas autoridades do município, como secretários de governo, estiveram presentes, assim como lideranças sociais e representantes da comunidade, na pessoa do presidente da Casa de Portugal do Grande ABC, Carlos José Rodrigues e esposa Marcia Theodoro Rodrigues, a representante do Hospital Beneficência Portuguesa de São Caetano do Sul, Cristiane Rosa Santos, e a presidente do Elos Clube do Grande ABC, Marcia Rodrigues.
A entronização das bandeiras de Portugal, Brasil, Estado São Paulo e Santo André foram feitas durante a execução dos hinos, pelos atiradores do Tiro de Guerra de Santo André. Uma solenidade mais enxuta que marcou os 464 anos do município.
Esta foi a primeira solenidade comandada pelo prefeito Paulo Serra, e assim fez seu pronunciamento, destacando as condições da cidade que recebeu neste início de gestão. Ao Mundo Lusíada, Serra falou sobre a continuidade no estreitamento das relações com a comunidade. “É importante manter as tradições na nossa cidade. Santo André tem grandes símbolos e tradições que nos remetem a uma cidade que todos querem reconstruir, a homenagem a João Ramalho e essa proximidade com a colônia portuguesa é muito especial para mim particularmente” diz ele que é neto de português. Seu avó veio de Viseu para o Brasil em 1921. “Então temos muito sentimento em comum, é uma alegria estar aqui” finalizou.
No palco, o presidente da Casa de Portugal também agradeceu aos presentes e convidou a todos a participar dos próximos eventos. “A Casa de Portugal fica honrada de, pela primeira vez, ter um prefeito com descendência portuguesa, que é o Paulinho Serra. Eu como presidente fiquei muito contente com essa comemoração de hoje” disse Carlos Rodrigues.
Uma das polêmicas na cidade nos últimos anos passa pela mudança da estátua de João Ramalho do atual local, o Paço Municipal. Segundo Carlos, a próxima solenidade de 2018, João Ramalho já estará em outro local de destaque na cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend