35 Anos de folclore na Casa de Portugal de São Paulo

Mundo Lusíada

Mundo Lusíada

>> Alguns integrantes do Grupo Folclórico da Casa de Portugal de São Paulo, que completou 35 anos.

A Casa de Portugal de São Paulo promoveu a festa de mais um ano de fundação do seu grupo folclórico. Um bom público participou do aniversário de 35 anos do Grupo Folclórico da entidade, no sábado, 15 de novembro, no seu salão de festas.

“Estamos aqui firmes e fortes em mais um aniversário do grupo da Casa de Portugal, e esse ano foi muito importante porque fizemos a digressão por Portugal, no mês de agosto. Então estamos renovados, com a pilha carregada” disse o diretor de folclore da casa Ernesto Lemos.

Além do grupo aniversariante, apresentou-se nesta noite o convidado Grupo Folclórico Os Lusíadas, do Centro Português de Maringá (Paraná). Há 40 anos, o grupo divulga o folclore de norte a sul de Portugal. “Eles já se apresentaram aqui muitas vezes, são nossos amigos” diz Ernesto Lemos, que tem três afilhados em Maringá. “De vez em quando eles têm que vir aqui como nós vamos lá”.

E este intercâmbio entre folcloristas de São Paulo e Paraná já dura 20 anos, como conta o diretor do G.F. Lusíadas, Sergio Santos Oliveira. “Tive uma época em que fiz cursos em São Paulo, fiquei seis meses, e como gostava muito e participava do grupo de lá, vim conhecer o grupo da casa, através do Sr. Ernesto, e estreitamos amizade. Gostei muito do pessoal aqui, me trataram sempre muito bem” contou Sergio Santos Oliveira. “Quando voltei para Maringá, quem cuidava do grupo se afastou e eu assumi. Foi então que começamos com os intercâmbios. Já faz 20 anos, eles vindo e nós indo, sempre trocando”.

Segundo o diretor de Os Lusíadas, eles já promoveram duas digressões por Portugal, em 1994 e 2000, e projetam mais uma. “Estamos planejando, para mais ou menos 2010, tentar levar o grupo novamente” diz Oliveira. Os Lusíadas estiveram presentes na Casa de Portugal SP com 34 componentes, de um total de 40 pessoas que variam de uma faixa etária de 15 à 50 anos, além de dispor também de um grupo mirim. “Tínhamos o Infanto-Juvenil, ele ficou desativado por seis meses e agora retornou novamente em atividade com participação de muitas crianças” conta Sergio. “Nós somos o grupo mais antigo do nosso estado, o que para nós é motivo de orgulho”.

No palco, o apresentador Vasco de Frias Monteiro elogiou o trabalho dos componentes do grupo aniversariante durante a viagem à Portugal e pediu uma salva de palmas pelo desempenho dos componentes. Na seqüência, diretores da casa trocaram mimos com o grupo convidado da noite, na recepção aos folcloristas de Maringá e pela comemoração de 35 anos do grupo da casa. O evento ainda arrecadou alimentos para doação à Provedoria da Comunidade Portuguesa de São Paulo. Foram arrecadados 617 quilos de alimentos a serem entregues ao Lar dos Idosos da Provedoria.

Na apresentação desta noite, o grupo Lusíadas trouxe músicas novas no seu repertório, dançando principalmente Alto e Baixo Minho. O grupo da casa abriu as apresentações com folclore português, seguido de axé e mostrando parte do show levado à Portugal.

Os presentes puderam assistir, durante o evento, imagens gravadas das apresentações folclóricas, de samba e axé do Grupo Folclórico da casa em Portugal, passadas em telão, em diferentes locais como Oeiras, Machico, Chaves e Vila Real, onde o diretor do Banif Brasil Dr. David Abrantes esteve acompanhando a viagem do grupo, e ainda Ilha da Madeira, passagem que foi acompanhada pelo presidente do Banif Brasil, Dr. Julio Rodrigues, que é também o presidente da Casa de Portugal São Paulo e na ocasião recebeu mimos em homenagem à passagem do grupo pelo arquipélago. A viagem feita pelo Grupo Folclórico da Casa de Portugal foi patrocinada pelo Banco Banif e Numatur Turismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Send this to a friend