Associação Portuguesa de Desportos em São Paulo

Estádio do Canindé. Foto Arquivo: José Cunha
Estádio do Canindé. Foto Arquivo: José Cunha

A Associação Portuguesa de Desportos é um clube eminentemente esportivo, contendo inúmeras atividades esportivas, principalmente a equipe de futebol. A data de sua fundação vem do início do século 20, ou seja, 14 de Agosto de 1920, portanto, estamos já com 93 anos de sua fundação.
Nos primórdios das décadas do século 20, existiam em São Paulo alguns clubes já bastante conhecidos, que representavam outras colônias de emigrantes, tais como a “Sociedade Palestra Itália” de conotação italiana, o S.C.Corinthians Paulista, também da colônia espanhola, o E.C. Sirio, como a própria palavra diz da colônia síria, a S.E. Hebraica, da colônia judaica, o Makenzie College, da colônia americana e outras entidades de emigratórios, uma vez que desde 1895 até 1920 foi aberta a emigração de outros países e perto de 5 milhões de emigrantes chegaram ao Brasil, a maioria para São Paulo e Rio de Janeiro.
Portanto, na capital paulista formaram-se inúmeras entidades de cunho lusitano, isso dentro da várzea paulista. Esses clubes disputavam torneios de futebol e eram evidentemente com nomes lusitanos, assistidos dominicalmente por integrantes da colônia portuguesa de São Paulo e seus descendentes.
A formação da Associação Portuguesa de Esportes (nome inicial) deveu-se à fusão de algumas entidades que existiam nesse período, tais como: a) Associação Atlética Marquês de Pombal; b) Associação 5 de Outubro; c) Esporte Clube Lusitano; d) Luziadas Futebol Clube; e Portugal Marinhense, portanto, resultado de 5 clubes e a posse da novel entidade foi dada no Salão Nobre da Câmara Portuguesa de Comércio, na Rua São Bento 29-B, no próprio dia.
Como para participar no Campeonato Paulista com sua equipe de futebol fez-se necessário ficar ligada com outro clube que tinha a vaga garantida no Torneio e que havia parado de disputar o Campeonato Paulista, assim sendo a “Portuguesa” como já era conhecida, jogou por 2 anos com o nome PORTUGUESA/MACKENZIE.
Após alguns anos nos Campeonatos e em razão para não haver confusão com a Associação Portuguesa de Esportes (liga de futebol de Portugal), trocou o nome para Associação Portuguesa de Desportos e começou a ter “alcunhas” como “LUSA” e “FABULOSA”, e como mascote “LEÃO” e “SEVERA”. A sua principal torcida uniformizada tem o nome de “LEÕES DA FABULOSA”. Possui um Estádio de futebol com capacidade para 25 mil pessoas e que tem o nome de “Estádio Dr. OSWALDO TEIXEIRA DUARTE”, que foi emérito Presidente do Clube, e antes de ser um Estádio de cimento armado, era constituído de madeiramento e ganhou a alcunha de Estádio Ilha da Madeira. No ano de 1956 a “Portuguesa” comprou o terreno onde era a sede social do São Paulo F.C. e edificou o seu Estádio.
Ela foi Campeã Paulista nos anos de 1935/1936 e 1973 e venceu o Torneio/Rio São Paulo por 2 vezes, em 1952 e 1955, Campeã Paulista da Série 2 em 2007 e 2013. O Uniforme da “Portuguesa” é composto com listras horizontais em vermelho e verde, calção e meias brancas e escudo no peito da Cruz de Avis.
Para acompanhar sempre os seus jogos em quaisquer lugares, existe a maior torcida do clube os “LEÕES DA FABULOSA”, nome surgido no ano de 1972, em que as rádios diziam “Entra em campo os leões da Portuguesa”, com a sua fabulosa torcida, e daíi na junção dos nomes deu o nome da maior torcida da “LUSA”.
O seu Patrimônio tem várias fases: Na fundação ficou com a sede dos clubes na fusão com o “5 de Outubro e o Luziadas”, e a sede social era no 3º andar da Câmara Portuguesa do Comércio. Em 1921 teve um campo para treinos na Rua 25 de Março e que era da Companhia Predial Álvares Penteado, também em 1922 comprou o campo da União Artística Recreativa Cambuci e houve em alguns anos vários locais de mudanças, como o Prédio Martinelli, Rua XV de Novembro, Rua Onze de Agosto e Rua do Carmo, e começou a jogar no Estádio Municipal do Pacaembú e treinar no parque do Ibirapuera, onde finalmente cessou a sua correria em busca do estádio que finalmente se concretizou com a construção do Estádio no bairro do Canindé, o Estádio Dr. Owaldo Teixeira Duarte.
Na parte social a Portuguesa é divulgadora da música e das danças de Portugal e em sua sede Social, existe o Restaurante “Cais do Porto”, sempre com cantores e cantora de Fados, e sempre também no 2º Sábado de cada mês, no seu Salão Social, temos o “Grupo Folclórico da Lusa” exibindo-se e um Grupo convidado da colônia Portuguesa, com os presentes dançando ao som dos Viras, Chulas, Corridinhos e Marchinhas.
A Portuguesa de Desportos teve grandes Presidentes, o último Presidente foi o emérito MANUEL DA LUPA. Atualmente, o seu presidente é Ilídio Lico.
Eis aí a história de um clube maravilhoso, que tem as cores portuguesas Rubro/Verdes, tem nome magistral que é a ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE DESPORTOS, honra e glória do ETERNO PORTUGAL EM TERRAS BRASILEIRAS.

 

Adriano Augusto da Costa Filho
Membro da Casa do Poeta de São Paulo, Movimento Poético Nacional, Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores, Academia Virtual Poética do Brasil, Ordem Nacional dos Escritores do Brasil, Associação Paulista de Imprensa, Associação Portuguesa de Poetas/Lisboa e escreve quinzenalmente para o Jornal Mundo Lusíada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend