Destaques da Semana: Tapetão da o título da 2ª divisão ao Nacional da Madeira

Destaques da semana
Por Emídio Tavares

 

Tapetão da o título da 2ª Divisão ao Nacional Da Madeira

Clara e Nacional, respectivamente campeão e vice da 2ª divisão e com acesso garantido à divisão maior de Portugal na próxima temporada, viram nessa semana a história do desfecho do campeonato mudar, após o TAD dar razão ao Nacional por conta de um recurso impetrado contra o Leixões, que atuou frente aos madeirenses com o zagueiro Danrlei sem condições legais de ir a campo, por acúmulo de amarelos. Acontece que a partida não foi realizada na data agendada, 4 de fevereiro, quando o atleta tinha condições de atuar (7 amarelos), mas sim em 28 do mesmo mês, quando o jogador já estava com 9 amarelos, e, portanto, deveria cumprir suspensão pela terceira série de 3 cartões amarelos. O Leixões e a Federação interpretaram que valeria a data inicial da partida, mas o TAD não, e por isso, a partida que tinha terminado empatada, teve o resultado alterado para vitória do Nacional, que então ganhou 3 pontos e não apenas 1, subindo para 73 na classificação final, ultrapassando o S. Clara, e, portanto, ficando com o título de campeão.

Porém, o Conselho de Disciplina da FPF emitiu comunicado na quarta-feira (12/06) no qual ratifica o S. Clara como campeão da 2ª Divisão, o que fez o Nacional entrar imediatamente com um recurso ao Conselho de Justiça da Federação.

Amistoso

Portugal 3X0 Irlanda

Portugal fez na terça-feira (11/06) em Aveiro seu último amistoso, antes da estreia na Euro na próxima terça-feira (18/06) contra a República Tcheca, entrando a campo contra a Irlanda com Diogo Costa no gol, Pepe e Antônio Silva na zaga, Gonçalo Inácio como líbero à frente do miolo de zaga, Cancelo e Dalot nas laterais, João Neves como médio-volante, Bruno Fernandes como meia-armador, João Felix, CR7 e Rafael Leão no ataque. Logo nos minutos iniciais de jogo, João Felix quase abriu o marcador ao chutar de chapa na entrada da área, para a defesa com a ponta do pé do goleiro irlandês, que desviou para a linha de fundo. Na cobrança de escanteio, Bruno Fernandes serviu novamente João Felix, que cortou para dentro no bico da grande área, batendo forte de esquerda no canto baixo do goleiro adversário, para abrir o marcador. Posteriormente foi a vez de CR7, numa cobrança de falta desviada na barreira, acertar a trave adversária. Já nos minutos finais do 1º tempo Portugal diminuiu o ritmo de jogo, e por duas vezes permitiu ao ataque irlandês quase marcar em passes errados da defesa rubro-verde. Nos acréscimos do primeiro tempo, CR7 foi chargeado por trás dentro da grande área, mas nem o árbitro e muito menos o VAR, assinalaram a infração.

Para a etapa final, Martinez fez entrar Nuno Mendes no lugar de Cancelo, Semedo no lugar de Dalot, Ruben Neves no lugar de João Felix, Diogo Jota no lugar de Rafael Leão e Danilo no lugar de Pepe, liberando para as alas Nuno Mendes e Semedo, e jogando com uma defesa composta por 3 jogadores, com Danilo no meio, Gonçalo na esquerda e Antônio Silva na direita. E logo no começo mais gols, com CR7 fazendo 2×0 para Portugal aos 4 minutos, após passe de Ruben Neves, com o craque madeirense recebendo a bola no bico direito da grande área adversária, pedalando e mandando a bola no ângulo. Dez minutos após, novamente Cristiano marcou (seu 130º pela Seleção), ao receber a bola de Diogo Jota à entrada da grande área, e bater de primeira entre dois defesas irlandeses, novamente no ângulo do gol adversário. Após sofrer o 3º gol a Irlanda recuou seu meio de campo para aumentar a muralha defensiva, o que dificultou a penetração do ataque luso. Aos 30 minutos, João Neves (que fez uma grande partida) saiu para a entrada de Matheus Nunes. E ficou nisso o último amistoso de Portugal, com destaque para Cristiano Ronaldo.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Benfica

Rui Costa terá que gerir um grande problema que foi o pedido de demissão, nessa semana, de Luís Mendes, administrador da SAD, por não concordar com a permanência em diversos cargos e vices de indicados por Luís Filipe Vieira, mesmo após a eleição de Rui Costa.

A auditoria forense que está sendo feita na SAD encarnada, dia após dia tem encontrado irregularidades e indícios de crimes de desvio de capitais a paraísos fiscais. O último exemplo encontrado foi o do pagamento ao ex-jogador Jonas de milhões de euros, creditado a empresas sediadas em paraísos, e que tinham como sócios a mãe, o pai e os irmãos do jogador, contrariando o regulamento da Federação Portuguesa e a lei do país.

Sporting

Os leões dominaram a Seleção da Liga recém encerrada, da qual foram campeões. Dos 11 jogadores, o Sporting teve 6 selecionados. Eis a seleção: Ricardo Velho no gol (Farense), Diomande e Coates no miolo de zaga; Gonçalo Inácio na lateral esquerda, Costinha na direita (Rio Ave); João Neves (Benfica), Pote e Hjulmand no meio de campo; Jota (V. Guimarães), Mujica (Arouca) e Gyokeres no ataque.

Amarante

Na decisão de quem seria o campeão da 4ª divisão, disputada na segunda-feira (10/06) no Jamor, entre V. Setúbal e Amarante, os sadinos foram goleados por 3×0, consagrando o Amarante como grande campeão e acesso garantido a 2ª divisão, diferentemente do V. Setúbal, que embora com acesso garantido pelo vice-campeonato, não subirá por conta do incumprimento financeiro de regras, caindo no colo do Limianos (melhor colocado na sequência) o acesso a 3ª divisão.

Portugueses pelo Mundo

Para evitar a proibição de contratações e registro de contratos, o Botafogo pagou a 2ª das parcelas devidas e acordadas com Luís Castro quando o mesmo se desligou do clube. A 1ª já tinha sido quitada na sua saída e as demais ficaram em aberto até a intervenção da FIFA.

Cristiano Ronaldo bateu mais um recorde na sua carreira ao marcar na partida frente a Irlanda: o de ser o único jogador no planeta a marcar gols pela seleção de seu país em 21 anos consecutivamente, e já lá se vão 130 gols por Portugal.

Fernando Santos, que a pouco foi demitido pelo Besiktas, acaba de ser contratado pela Seleção do Azerbaijão, para tentar levar o país a disputa da Euro 2028.

Ibrahimovic, conselheiro sênior do Milan, anunciou na quinta-feira (13/06) a contratação por 3 temporadas do técnico português, Paulo Fonseca.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: