Turismo no interior de Portugal apoiado com 310 milhões de euros em investimento

Da Redação

O Ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira, afirmou que o Governo português apoiou, através dos programas Valorizar e Portugal 2020, o turismo no interior do país com cerca de 310 milhões de euros em investimentos.

“Só na área turística, já apoiamos com o programa Valorizar cerca de 81 milhões de euros de investimentos e, na execução do Portugal 2020, já apoiamos 229 milhões de euros de investimentos no setor turístico no interior do país, porque vale a pena”, afirmou o Ministro, na cerimônia de lançamento da primeira pedra do hotel Vila Galé Alter Real, na Coudelaria de Alter do Chão, Portalegre.

A obra, integrada no programa Revive, representa um investimento de 8,5 milhões de euros e vai ao encontro da política de que “o País só vai conseguir crescer se valorizar e aproveitar todo o potencial do território e todo o potencial da cultura, incluindo o interior”.

Pedro Siza Vieira salientou que Portugal é neste momento o país da Europa com a mais baixa taxa de sazonalidade, uma vez que “apenas 35% dos turistas visita Portugal na época alta”.

O programa Revive, lançado em conjunto pelas áreas da Economia, Cultura e Finanças, pretende valorizar e recuperar o patrimônio do Estado em uso e é visto como uma “peça fundamental” na estratégia de valorização do patrimônio de Portugal.

Relançar coudelaria criada em 1748

Numa cerimônia que também contou com a presença da Ministra da Cultura, Graça Fonseca, e do Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Luís Capoulas Santos, foi destacado que o projeto vem relançar a coudelaria criada em 1748.

“Vive o seu melhor momento de sempre, porque tem um modelo de gestão definido, tem uma situação financeira garantida e equilibrada e estamos agora a procurar que ela se transforme naquilo que sonhamos há 20 anos, que era transformá-la num verdadeiro polo de desenvolvimento do norte alentejano, à volta desse produto único que é o cavalo de Alter”, disse Capoulas Santos.

As obras na unidade hoteleira de quatro estrelas na Coudelaria de Alter do Chão deverão estar concluídas no primeiro trimestre de 2020, criando 40 postos de trabalho, numa estrutura que vai possuir 76 quartos, bar, três piscinas exteriores, spa com piscina interior aquecida, biblioteca, enoteca e um restaurante.

A concessão de alguns edifícios da Coudelaria de Alter, a mais antiga do mundo, ao grupo Vila Galé foi feita por um período de 50 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:

Send this to a friend